dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     19/04/2014            
 
 
    
Bovinos Leiteiros      
Falta de cálcio no sangue pode matar vacas no pós-parto
Controle da hipocalcemia é feito através da ingestão de sal aniônico nos 20 últimos dias da prenhez; se a doença não for tratada, 70% dos animais têm chance de morrer
Ouça a entrevista Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Juliana Royo
17/07/2012

A hipocalcemia é uma doença metabólica muito séria que pode levar a vaca à morte. Essa doença, muito comum no pós-parto, provoca uma queda no teor de cálcio no sangue e faz com que o animal apresente um quadro de depressão, que pode provocar grandes alterações na concentração muscular e de uma série de órgãos, segundo o médico veterinário Enrico Lippi Ortolani, professor do departamento de clínica médica da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. O grande problema é que a incidência da doença é muito alta nos rebanhos brasileiros. Ortolani diz que, em muitas propriedades, uma a cada três vacas apresentam hipocalcemia até o terceiro dia após o parto. 

Os produtores de leite precisam ficar muito atentos porque os números que o especialista apresenta são assustadores. Se a vaca não for devidamente tratada, 70% delas têm chance de morrer. Quando a hipocalcemia ocorre logo após o parto a vaca tem um risco quatro vezes maior de ter retenção de placenta e até seis vezes maior de apresentar um quadro de deslocamento do abomaso, assim como desenvolver a mastite. Animais com o quadro de hipocalcemia têm um risco 24 vezes maior de apresentar cetose, que é outra enfermidade metabólica importante e também deve ser seriamente combatida.

— Como o ponto central da doença é o baixo teor de cálcio no sangue, o que o produtor tem que fazer é um tratamento imediato com quantidades de cálcio no sangue. Você aplica doses de cálcio na veia do animal e é importante ter um veterinário para saber quanto deve ser usado e em que momento você deve parar porque se você também der muito cálcio você pode levar o animal à morte. Em propriedades que têm alta frequência desta enfermidade podem fazer uma prevenção com determinados tipos de sais minerais, o chamado sal aniônico, em que você oferece nos 20 últimos dias pré-parto, o que reduz bastante a chance do animal ter esta enfermidade. O custo-benefício é muito grande porque você gasta pouco em termos de prevenção e evita ter um prejuízo muito grande se o animal ficar doente. 

Ortolani diz que a dose ideal de sal aniônico a ser oferecido às vacas depende um pouco da fórmula dos três produtos disponíveis no mercado brasileiro. Mas, de uma forma geral, o produtor deve dar 180g do sal até o dia do parto. Ele chama atenção para a suspensão que deve ser feita no dia do parto, quando o sal não deve ser oferecido. Outro cuidado de manejo muito importante segundo o médico-veterinário e professor da USP é o descarte de vacas velhas, acima de 9 lactações, porque elas têm mais dificuldade de manter um bom teor de cálcio no sangue. Segundo ele, estas vacas tem risco muito maior de apresentarem hipocalcemia, além da queda na produção leiteira.

O médico-veterinário Enrico Lippi Ortolani será um dos palestrantes do III Encontro de Produtores de leite do Norte de Minas Gerais, que acontece dia 10 de setembro, na cidade de Montes Claros e vai discutir, de forma mais aprofundada em sua palestra, as doenças metabólicas nutricionais no peri-parto de vacas leiteiras. 

Clique aqui, ouça a íntegra da entrevista concedida com exclusividade ao Portal Dia de Campo e saiba mais detalhes da tecnologia.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Portal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
izaura castro
29/05/2013 - 14:53
qual a doença pos parto mais frequente, ja perdi duas vacas leiteira e o veterinário medicou mas nao soube diagnosticar, depois do parto, aparentemente estão limpas, ela afinam e vai até morrer,

susane blanke
19/06/2013 - 14:18
o q devo fazer se a vaca pariu eo leite esta com sangue o q devo dar p o animal

Para comentar
esta matéria
clique aqui
2 comentários

Conteúdos Relacionados à: Doenças
Palavras-chave

 
28/04/2014
3º Encontro Regional de Sistemas Produtivos
Sorriso - MT
28/04/2014
21ª Agrishow - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em ação
Riberão Preto - SP
07/05/2014
Simpósio sobre Produção de Sementes e Mudas
Viçosa - MG
13/05/2014
Simpósio de Inovações Tecnológicas no Sistema de Produção Soja-Milho
Piracicaba - SP
14/05/2014
10º Congresso da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção (SBSP)
Foz do Iguaçu - PR
28/05/2014
Hortitec 2014
Holambra - SP
03/06/2014
VI Simpósio Sul de Pós-colheita de Grãos
Chapecó - SC
16/07/2014
Simpósio Desafios da Fertilidade do Solo na Região do Cerrado
Goiânia - GO
12/08/2014
VI Congresso Brasileiro de Mamona
Fortaleza - CE
19/08/2014
Simpósio Latino Americano de Canola - SLAC
Passo Fundo - RS
24/11/2014
V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental
Belo Horizonte - MG

25/04/2014
Curso de controle estratégico de cancro cítrico
Ibitinga - SP
05/05/2014
XVI Curso sobre Manejo de Nutrientes em Cultivo Protegido
Campinas - SP
14/08/2014
IV Workshop Controle de Carrapatos
Nova Odessa - SP

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada