dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     20/05/2019            
 
 
    
Biotecnologia  
Embrapa Suínos e Aves ajuda a formatar centro de referência em biogás
O centro será lançado durante a cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que acontece em junho no Rio de Janeiro
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Embrapa Suínos e Aves
31/01/2012

A Embrapa, empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi uma das dez instituições de pesquisa do Brasil e do exterior que se reuniram durante a semana passada no Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) em Foz do Iguaçu/PR, para formatar o Centro Internacional de Energias Renováveis – com ênfase em Biogás (CIER-Biogás). O centro será lançado durante a cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que acontece em junho no Rio de Janeiro.

 
Durante os dois dias de atividades, a Embrapa esteve representada pelo diretor-executivo de Transferência de Tecnologia da empresa, Waldyr Stumpf Junior, pelo chefe geral substituto da Embrapa Suínos e Aves, Gerson Scheuermann, e pelo chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agroenergia de Brasília, José Manuel Cabral. O encontro foi aberto pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek.
 
Coordenado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi), o futuro centro será o primeiro nestes moldes na América Latina e o único do mundo com ênfase em biogás. A Onudi, representada na reunião pelo diretor técnico Dmitri Piskounov, já tem centros com ênfase em outras fontes de energia renováveis.
 
“A Embrapa tem interesse nesse projeto e em continuar participando dessas parcerias”, disse Gerson Scheuermann, lembrando que a Embrapa Suínos e Aves também participa dos trabalhos do Labiogás, Laboratório de Biogás do Centro de Estudos do Biogás do PTI.
 
Os participantes do encontro ainda conheceram o Condomínio Ajuricaba, onde 33 famílias do interior de Marechal Cândido Rondon/PR tem as propriedades ligadas por um gasoduto de 25,5 km de extensão até uma microcentral termelétrica onde o biogás gerado é transformado em energia elétrica e térmica, usada em um secador de grãos.
 
A assinatura da carta de intenções entre as instituições parceiras para a formação do CIER-Biogás está agendada para o dia 20 de fevereiro. (Lucas Scherer Cardoso)
 
 
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Biocombustível
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada