dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     22/10/2017            
 
 
    
Genética Vegetal    
Povos indígenas Xavantes recebem cultivares de milho da Embrapa
Banco Ativo de Germoplasma preserva amostras de quase quatro mil tipos de milho de diferentes regiões
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Guilherme Viana e Marina Torres, Embrapa Milho e Sorgo
08/01/2016
 
O trabalho de resgate de cultivares indígenas de milho vem sendo feito pela Embrapa o longo dos anos. O material faz parte do Banco Ativo de Germoplasma (BAG), mantido pela Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas, Minas Gerais. O BAG preserva amostras de quase quatro mil tipos de milho de diferentes regiões. Como parte dessa coleção, há seis variedades de milho xavante coletadas, no final da década de 1970, pelo então pesquisador da Embrapa Ronaldo Feldmann, em Barra do Garças-MT.
 
Essas sementes estão armazenadas em condições ideais de temperatura e umidade para que não percam o vigor germinativo. Dessa forma, mais uma aldeia foi beneficiada em 2015, os Xavantes em Barra dos Garças-MT. Após serem multiplicadas por técnicos e pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo, quase 30 kg de cinco variedades (Nodzob Awawi, Nodzob Rarê, Nodzob Rarê Toprê, Nodzob Udzê, Nodzob A) foram entregues em novembro ao escritório da Fundação Nacional do Índio (Funai), instituição que atende esses povos.
 
“Sempre temos que plantar para conseguir mais sementes e repor o que retiramos do BAG”, explica Flavia França, pesquisadora da Embrapa Milho e Sorgo. As variedades de milho xavante têm características próprias, grãos farináceos de cores variadas (branco, vermelho, amarelo, roxo, preto). Após a colheita do material multiplicado na Embrapa, as sementes de cada variedade são embaladas separadamente e encaminhadas.
 
Para a pesquisadora Flavia França, ver a satisfação dos índios ao receber as sementes compensa todo o trabalho. “É muito bom ver a alegria deles e saber que podem usar o milho para preservar a própria cultura”, diz. Também em 2015 a Embrapa encaminhou seis variedades para serem distribuídas durante a IV Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, realizada em Alto Paraíso de Goiás-GO. Flavia destaca a importância do cultivo para multiplicação e a necessidade desses povos guardarem, a cada colheita, sementes para o próximo plantio, a fim de preservar o milho tradicional na aldeia.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Milhocultura
Palavras-chave

 
21/10/2017
Dia de Campo Sistemas Integrados de Produção Agropecuária
Sete Lagoas - MG
23/10/2017
Semana Nacional de Ciência
Petrolina - PE
24/10/2017
XXII Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol (RNPG) e o X Simpósio Nacional sobre a Cultura do Girassol
Lavras - MG
07/11/2017
SemiáridoShow
Petrolina - PE

28/09/2017
Curso Integração Lavoura-Pecuária-Floresta
São Carlos - SP
23/10/2017
Formação de Responsáveis Técnicos e Auditores da Produção Integrada de Morango - PIMo
Jaguariúna - SP
21/11/2017
Curso de processamento de mandioca
Cruz das Almas - BA

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada