dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     30/03/2017            
 
 
    
Manejo      
Aprosoja discute qualidade das sementes e época de semeadura
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Aprosoja
23/03/2016
 
Na semana passada, a Comissão de Defesa Agrícola se reuniu em Cuiabá, MT, para discutir demandas dos associados e validar o status das ações em andamento. Com o objetivo de articular a criação, o aperfeiçoamento e a aplicação de políticas públicas que influenciam na produção agrícola, a comissão é fórum em que se discute a atuação mais voltada para a produção agrícola.
 
A coordenadora da Comissão e segunda vice-presidente da região Norte da Aprosoja, Roseli Giachini, apresentou também o status sobre a participação da Aprosoja no Grupo de Trabalho de Qualidade das Sementes, criado no final do ano passado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Com a meta de concluir os trabalhos ainda neste primeiro semestre, o grupo recebeu sugestões por parte da Aprosoja e agora segue para uma análise técnica.
 
Vários pleitos foram formalizados pela associação. Entre eles, a proposta de aumentar para 85% o índice de germinação exigido das sementes e a construção de um teste padrão para os índices de vigor. Hoje, esse item carece de uma padronização específica na legislação existente. A ampliação da rede de laboratórios de análise de sementes credenciados também foi reivindicada.
 
“As propostas de todos os componentes do GT serão analisadas e debatidas para então chegarmos a um direcionamento final. Isso é importante porque todos os elos da cadeia produtiva de sementes estão sendo ouvidos”, ressalta o vice-coordenador da Comissão e diretor Administrativo da Aprosoja, Alexandre Schenkel.
 
Outro GT criado pela Sedec foi o que trata das épocas de Plantio das Lavouras de Soja, reunindo oito entidades. Após consulta aos associados, a Comissão apresentou o posicionamento da entidade ao GT, solicitando que não haja data limite para o final da semeadura. “Assim como no GT de sementes, também neste os pleitos são analisados tecnicamente e por todos os membros da cadeia produtiva”, ressalta Roseli. A expectativa é de que um posicionamento oficial por parte do Estado seja feito ainda no primeiro semestre.
 
Com atuação estratégica, a Comissão de Defesa Agrícola debate vários temas de interesse do agricultor. Em sua pauta estão assuntos como Campanha Antirresistência, Vazio Sanitário, Manejo Fitossanitário, Programa Soja Livre, Projeto Climacampo, Projeto Solos Arenosos, Classificação de Grãos, entre outros.
 
Novidade
A reunião de Comissão contou com a participação dos núcleos de Água Boa e Tangará da Serra, por videoconferência. A ideia é continuar adotando essa tecnologia para assegurar que mais membros possam participar, mesmo que à distância, das discussões. Em breve, os núcleos serão visitados pelo setor Administrativo para as rodadas de implantação dos equipamentos.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
06/04/2017
IV Encontro Nacional da Soja
Londrina - PR
18/04/2017
IV Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-estar Animal
Porto Alegre - RS
01/05/2017
Agrishow 2017
Ribeirão Preto - SP
29/08/2017
11º Congresso Brasileiro do Algodão
Maceió - AL


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada