dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     24/09/2017            
 
 
    
Safra    
Baixa produtividade de MT está relacionada a condições climáticas, diz relatório
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Aprosoja
04/04/2016
 
As condições climáticas de Mato Grosso, nos meses de setembro a dezembro de 2015 e em fevereiro deste ano, são apontadas como a causa principal do baixo rendimento de lavouras de soja em algumas regiões do Estado. A conclusão está em relatório feito pela Embrapa, a pedido da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).
 
O pedido da associação, por sua vez, partiu de recorrentes reclamações por parte dos produtores e avaliações rotineiras da equipe técnica da entidade ao longo do último ano e do início deste. Ainda, de acordo com o relatório da Embrapa, a maior parte dos problemas observados pelos produtores são decorrentes da falta de água e das temperaturas médias elevadas.
 
De acordo com o relatório, as condições acima coincidiram com a fase de desenvolvimento vegetativo e com a época de floração e enchimento de grãos de diversas lavouras, o que resultou no baixo desenvolvimento e abortamento de flores e na formação de vagens vazias ou chochas.
 
Para se ter uma ideia, em 2013, as temperaturas máximas em outubro foram, em média, de 33,1 ºC. No mesmo perído, em 2015, a temperatura foi de 35,7 ºC. No mês de novembro, as médias de 2013 e 2015 foram, respectivamente de 30,5 ºC e 34,1 ºC. No mês de dezembro, as médias atingiram 30,5 ºC , em 2013, e 33,4 ºC em 2015.
 
“Estes dados revelam que estes períodos coincidiram com a fase de desenvolvimento vegetativo e com a época de floração e enchimento de grãos de muitas lavouras, provavelmente acarretando baixo desenvolvimento e abortamento de flores e vagens vazias ou “chochas”, respectivamente, que muito provavelmente contribuíram para a baixa produção das lavouras”, relata a pesquisadora da Embrapa, Dulândula Wruck.
 
Para o diretor técnico da Aprosoja, Luiz Nery Ribas, o levantamento é relevante e norteia a entidade na tomada de decisões. “A partir do que foi levantado pudemos entender o que aconteceu no ano passado e no início deste e o que nossos associados nos relataram foi comprovado. Agora, podemos, a partir deste levantamento, tomar ações futuras”, diz.
 
A íntegra do relatório da Embrapa pode ser acessado aqui.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Agricultura
Palavras-chave

 
21/10/2017
Dia de Campo Sistemas Integrados de Produção Agropecuária
Sete Lagoas - MG
23/10/2017
Semana Nacional de Ciência
Petrolina - PE
24/10/2017
XXII Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol (RNPG) e o X Simpósio Nacional sobre a Cultura do Girassol
Lavras - MG

28/09/2017
Curso Integração Lavoura-Pecuária-Floresta
São Carlos - SP
23/10/2017
Formação de Responsáveis Técnicos e Auditores da Produção Integrada de Morango - PIMo
Jaguariúna - SP
21/11/2017
Curso de processamento de mandioca
Cruz das Almas - BA

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada