dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     26/07/2017            
 
 
    
Fruticultura      
Agricultores participam de demonstração de método de poda de cacau no ES
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Tatiana Caus, Incaper
19/05/2017

Cerca de 30 agricultores familiares de Governador Lindenberg, no Norte do Estado, participaram de uma demonstração de método de poda de cacau na última terça-feira (16). A atividade foi realizada no sítio do senhor Almerindo Valdir Birchler e foram apresentadas as técnicas de poda do cacaueiro a fim de incentivar a diversificação da produção no município.

O evento foi organizado pelo Escritório Local do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) do município, por iniciativa do extensionista Romer Luiz Hofmann. A finalidade foi demonstrar, na prática, a poda do cacaueiro, tanto de formação como de produção. A parte técnica foi conduzida por Lucas Calazans Santos, do Incaper de Sooretama.

O extensionista do Incaper Lucas Calazans abordou sobre a cultura do cacau de forma geral, da implantação à pós-colheita. Logo após, foi na lavoura do senhor Almerindo que todos aprenderam mais sobre a poda, especificamente. “Durante todo o tempo, o interesse dos agricultores familiares foi constante, com muitos questionamentos, comentários e troca de experiências”, contou Lucas.

Estiveram presentes Jair Antônio Toso, o chefe do ELDR de Governador Lindenberg, José Mauro Bonicenha, do ELDR de Linhares, e Jaques Perim, do ELDR de São Domingos do Norte, além de Fernando Colombo, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Governador Lindenberg.

“Ações voltadas à agricultura familiar também contribuem com o desenvolvimento do município. Há de se destacar também o senhor Almerindo e sua esposa Lenita Birchler, pela sua acolhida, intensa participação e empenho”, disse o extensionista Romer.

A cacauicultura ocupa uma área cultivada de 23.672 hectares no Espírito Santo, com uma produção de 5.467 toneladas de amêndoas, porém, há grandes desafios em toda a cadeia produtiva, como a praga Vassoura de Bruxa (VB). Pensando nisso, o Governo do Estado, buscando minimizar os problemas enfrentados pelos produtores rurais, lançou o Programa de Revitalização das Áreas Produtoras de Cacau do Espírito Santo, que tem como objetivo renovar as áreas em sistema de “Cabruca” afetadas pela doença, visando fornecer aos cacauicultores alternativas de restabelecimento da performance econômica, social e ambiental da atividade.

Recomenda-se a utilização de técnicas sustentáveis de produção, a implementação de pagamento por serviços ambientais, a utilização de variedades tolerantes a essa doença, com o plantio de mudas de qualidade, a capacitação de técnicos e produtores, bem como o direcionamento do fomento por meio da assistência técnica e do crédito rural.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
25/07/2017
IV Encontro Regional de Plantio Direto na Palha
Chapecó - SC
29/08/2017
11º Congresso Brasileiro do Algodão
Maceió - AL


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada