dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     17/10/2018            
 
 
    
Agroindústria  
Coopernova e Embrapa Agrossilvipastoril formalizam parceria para fomento da pecuária leiteira em Mato Grosso
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Gabriel Faria, Embrapa Agrossilvipastoril
12/01/2018

A Cooperativa Agropecuária Mista Terranova Ltda. (Coopernova) e a Embrapa Agrossilvipastoril assinaram um contrato de cooperação técnica visando o apoio à pesquisa e o fomento à pecuária de leite na região Norte de Mato Grosso. O acordo tem duração de três anos e prevê a capacitação de técnicos, melhoria genética do rebanho e apoio à pesquisa com sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF).

De acordo com o termo assinado, a equipe da Embrapa fará a capacitação da equipe técnica da Cooperativa e acompanhará o trabalho desses profissionais, tirando dúvidas e orientando demandas que surgirem no dia-a-dia de trabalho. O treinamento se dará por meio dos processos de capacitação continuada já conduzidos pela empresa de pesquisa.

A chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Agrossilvipastoril, Roberta Carnevalli, explica que metade dos touros girolando de sangue 5/8 nascidos no experimento de ILPF com pecuária leiteira conduzido pela empresa em Sinop serão doados para a Coopernova. A cooperativa irá distribuí-los entre os cooperados, como forma a contribuir com a melhoria do rebanho da região.

O contrato da parceria prevê ainda que a Coopernova comprará todo o leite produzido no experimento de ILPF e disponibilizará um funcionário para atuar no local, auxiliando na ordenha e demais atividades de manejo do rebanho. Diariamente são tirados mais de 500 litros de leite.

De acordo com o termo de cooperação firmado, parte dos recursos da venda do leite será gerido pela própria cooperativa e será utilizado com pequenas despesas de custeio do experimento.

Pecuária leiteira na ILPF
O experimento de ILPF com pecuária leiteira da Embrapa Agrossilvipastoril conta atualmente com 32 vacas girolandas, com grau de sangue entre ¾ e 7/8, em lactação. Os animais estão sendo divididos em três lotes, sendo que um deles ficará numa pastagem sem sombra, outro em piquetes com sombreamento de árvores nas bordas e o terceiro com sombreamento no meio dos piquetes, por meio de renques com linhas triplas de eucalipto.

A pesquisadora Roberta Carnevalli explica que o objetivo principal do experimento será o de avaliar o efeito da sombra na produção leiteira. Entretanto, outros aspectos também serão pesquisados, como a qualidade do leite, sanidade do rebanho, comportamento animal e efeitos na reprodução.

Os bezerros nascidos no experimento ficam em piquetes arborizados com espécies frutíferas, como cajá, caju, acerola e goiaba. Assim, desde cedo os animais têm acesso à sombra das árvores e o produtor que adota o sistema ainda tem uma fonte alternativa de renda com a comercialização das frutas.

O experimento de pecuária leiteira da Embrapa Agrossilvipastoril é também uma das Unidades de Referência Tecnológica de ILPF que contam com apoio da Rede ILPF. Além de possibilitar a coleta de dados científicos, o espaço é usado para a transferência de tecnologias, por meio de dias de campo e visitas técnicas.

Coopernova
Com 30 anos de existência, a Coopernova tem sede no município de Terra Nova do Norte, no Norte de Mato Grosso. Abrange em sua maioria pequenos produtores rurais familiares de toda a região.

A Cooperativa possui um parque agroindustrial para beneficiamento da produção dos cooperados, incluindo indústrias de laticínios, beneficiamento de frutas e uma fábrica de ração e suplementos minerais.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
09/10/2018
EsalqShow 2018
Piracicaba - SP
06/11/2018
V Congresso Brasileiro de Recursos Genéticos
Fortaleza - CE


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada