dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     13/12/2018            
 
 
    
Agronegócio  
Safra paulista de café cresce mais de 29%
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Marli Moreira, Agência Brasil São Paulo
06/12/2018

O estado de São Paulo deve fechar o ano com uma produção de 5,8 milhões de sacas de café, o que representa um aumento de 29,6% em relação ao ano passado, de acordo com as estimativas do Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. “A bebida resultante desta safra está sendo classificada como de alto grau de excelência”, disse o agrônomo Celso Luis Rodrigues Zegro, pesquisador do IEA.

Ele explicou que, normalmente, a cultura cafeeira é alternada entre uma safra de bom rendimento e outra de menos. Neste ano, já se previa melhor desenvolvimento do fruto e o resultado teve ainda a ajuda do clima favorável. “Não choveu durante a colheita e combinado isso com a florada uniforme, adubação e pulverização certa, a maturação dos frutos levou a um bom resultado”.

O pesquisador disse que desde o ano de 2000, uma das principais regiões produtoras, a de Franca, responsável por 44,7% do total do estado, vem retomando, gradativamente, as lavouras cafeeiras, que antes tinham sido substituídas por canaviais ou por áreas de pastagens entre outras culturas. Das 7,5 mil propriedades da região, 4 mil se dedicam ao café, abrangendo uma área plantada de 70 mil hectares. Em média, são produzidas, anualmente, 30 milhões de mudas e 4 milhões de pés têm sido renovado.

Em São Paulo destaca-se ainda a produção da região de São João da Boa Vista, o equivalente a 18,8% do total paulista. Nessa localidade, a média anual costuma ser estável pela característica das fazendas situadas em montanhas onde não são afetadas por mudanças climáticas.

Dados do IEA indicam que São Paulo é o segundo maior produtor do café tipo arábica, atrás de Minas Gerais. Como o Brasil fornece 25% do total da bebida consumida, os cafeicultores paulistas têm expressiva participação no volume exportado. De janeiro a outubro, as vendas externas atingiram US$ 433 milhões.

Segundo o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), as exportações de café verde, solúvel e torrado e moído de todo o país atingiram 3,74 milhões de sacas em outubro, volume recorde mensal e 29,1% acima de igual período em 2017. O término do último levantamento da safra deve ocorrer no próximo dia 8, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a divulgação está prevista para o próximo dia 18.

A estimativa é de que a produção nacional alcance 59,9 milhões de sacas beneficiadas, com crescimento de 33,2%, dos quais 45,9 milhões de sacas do tipo Arábica e 13,9 milhões de sacas do tipo Conilon.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
13/12/2018
IV Simpósio de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta do Estado de São Paulo
Brotas e Piracicaba - SP
14/12/2018
Treinamento sobre a Importância Atual dos Nematoides do Milho no Brasil
Piracicaba - SP
21/01/2019
31ª Jornada de Atualização em Agricultura de Precisão
Piracicaba - SP
21/01/2019
31ª Jornada de Atualização em Agricultura de Precisão
Piracicaba - SP
08/02/2019
Oficina de Utilização de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPA - Drones) Para a Agricultura
Formosa - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada