dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     02/09/2014            
 
 
    
Pimenta  
Pimenta bode: cheiro forte, frutos uniformes e ideal para conserva
Embrapa Hortaliças vai lançar pimenta em junho, mas sementes só chegam ao mercado para os produtores no ano que vem
Ouça a entrevista Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Juliana Royo
22/04/2010

A Embrapa Hortaliças está lançando uma nova pimenta que é ideal para a indústria de conservas. A pimenta-bode, que ganhou este nome pelo seu cheiro forte característico que desperta o paladar, produz frutos pequenos, de qualidade uniforme e com produtividade de cerca de 10 toneladas por hectare. Porém, o ótimo produto ainda está em fase de certificação e só deve chegar ao mercado para os produtores no ano que vem. Por enquanto, a Embrapa não pode nem divulgar o nome oficial, de batismo da pimenta, pode apenas chamá-la de pimenta-bode, que é o nome comercial.

— As pessoas que gostam de pimenta, que apreciam, quando sentem o cheiro de uma conserva da pimenta-bode chegam a salivar a boca, porque o cheiro destacado dela estimula o apetite e dá vontade de experimentar, de comer a conserva. Ela está sendo recomendada para o Estado de Goiás e Minas Gerais, que tem tradição na produção e consumo de pimenta e está com produtividade média de cerca de 10 toneladas por hectare — diz o pesquisador Geovani Bernardo Amaro, melhorista da Embrapa Hortaliças.

A maior qualidade da pimenta-bode, no entanto, é a característica dos seus frutos que são pequenos e com alta uniformidade e, por isso, são ideais para a indústria de conservas. A semente produz frutos padronizados, de alto nível, com boa produtividade e todas com as mesmas características físicas. Não há grande variação de coloração e tamanho entre os frutos.

— O Brasil está partindo para uma melhoria na qualidade da sua pimenta. O consumidor quer uma pimenta com mais qualidade na conserva. Quando o produtor pega uma semente qualquer e planta ele vai colher plantas com padrões diferentes, algumas boas outras ruins, frutos vermelhos, amarelados, arroxeados, frutos grandes e pequenos e o mercado não quer mais esta mistura de qualidades. O mercado de processamento quer padrão. Se ele produziu este ano material bom, botou no mercado e houve boa aceitação no ano seguinte, quando ele for processar novamente a pimenta, ele vai querer a mesma qualidade. A pimenta-bode, além de ter frutos com tamanho bom para conserva e cheiro bem destacado, tem estabilidade e uniformidade com relação à produção de frutos — comemora Amaro.

Mas os produtores terão que esperar um pouco para plantarem a pimenta promissora por causa da burocracia envolvida na certificação e comercialização de sementes. A Embrapa vai fazer o lançamento da pimenta-bode em junho e já encaminhou o processo para registro no MAPA (Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento) para produzir as sementes genéticas nos campos experimentais de produção. A partir de junho, começam as negociações com as empresas multiplicadoras de sementes que vão disponibilizar a pimenta para o mercado. Como este processo é demorado, por causa da burocracia envolvida, a semente certificada das empresas deve começar a ser produzida só no fim deste ano e início do ano que vem e deve levar mais uns seis meses até elas serem multiplicadas e estarem disponíveis para a comercialização.

— Eu imagino que o produtor só vai poder comprar a semente da pimenta-bode no segundo semestre de 2011 e o consumidor só vai poder experimentar o sabor da pimenta em 2012. Infelizmente, por causa da burocracia, não é um processo tão rápido quanto nós gostaríamos que fosse. As pesquisas para o desenvolvimento da pimenta-bode começaram em 2002 para se chegar ao resultado atual — explica.

No entanto, alguns produtores não precisam esperar tanto tempo para experimentar as sementes nas suas plantações. Amaro explica que assim que a certificação for liberada, em junho, e a negociação com as empresas começar, alguns produtores poderão fazer testes com a pimenta-bode. Os interessados devem procurar as agências extensionistas do seu Estado (Emater) e podem fazer uma parceria com a Embrapa Hortaliças. O produtor instala em sua propriedade a chamada unidade demonstrativa, que será acompanhada por técnicos, e passa informações para a Embrapa sobre o desempenho do novo material. Além disso, ele se compromete a não multiplicar as sementes, produzir sementes próprias ou comercializá-las. A vantagem é que o produtor terá acesso à nova pimenta em primeira mão e poderá comercializar antes de todo mundo os frutos no mercado.

Clique aqui, ouça a íntegra da entrevista concedida com exclusividade ao Portal Dia de Campo e saiba mais detalhes da tecnologia.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Portal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
fernando carlos
20/09/2011 14:21:23
quando se lanþa na net uma descriþÒo de
um tipo de pimenta,o mÝnimo que se pede
Ú que a classifique (capsicum) e lhe dÛ
o valor de sua pungÛncia em shu.+ pedir
muito? e acrescentar a existÛncia de pimemta bode amarela, vermelha e roxa.
Obrigado e aprendam.

Para comentar
esta matéria
clique aqui
1 comentário
Integração reduz impactos ambientais
Além de emitir menos gás carbônico, lavouras, pastos e florestas integrados minimizam problemas com erosão e degradação do solo
Inseticida combate broca-da-erva-mate sem agredir ambiente
Bovemax, que deve chegar ao mercado este ano, utiliza apenas um óleo vegetal e um fungo que causa doença ao inseto da cultura
Pimenta bode: cheiro forte, frutos uniformes e ideal para conserva
Embrapa Hortaliças vai lançar pimenta em junho, mas sementes só chegam ao mercado para os produtores no ano que vem
Ração de galinhas poedeiras proporciona maior lucratividade na venda de ovos
Diminuição do nível de fósforo reduz custos da mistura
Dica: bê-a-bá da balança rodoviária
O emprego destes equipamentos reduz os custos operacionais e proporcionam agilidade. Para garantir pesagens seguras, no entanto, é importante estar munido de algumas informações.
O uso de maturadores na cultura do café
Alternativa de produto tem o objetivo de, com sua aplicação foliar, promover maior uniformidade da maturação e também a antecipação da colheita de 15 a 20 dias.
Produção de Híbridos na Piscicultura
Tecnologias como a indução hormonal e reprodução artificial, tornam a produção de peixes híbridos uma prática relativamente simples
A pecuária e os gases de efeito estufa
A qualidade da dieta do animal tem forte influência sobre a emissão de metano e é essa uma das principais linhas de pesquisa visando mitigar a emissão de GEE
A maior oferta de carne bovina no mundo depende de nós
Os números recentes da pecuária comprovam que a atividade responde rapidamente aos investimentos
O descaso das autoridades ocasionou prejuízos aos produtores de feijão
O que os produtores desejam são regras claras. Se não há recursos para cumprir as promessas, não as façam. Não induzam a pesados prejuízos os sofridos produtores brasileiros
Nova cultivar de feijão rende de quatro a cinco mil quilos por hectare
Indicada para produtores de PR e SP, a IPR Tuiuiú deve chegar ao mercado em 2011
Embrapa investe em tecnologias sustentáveis para combater doenças na lavoura
A expectativa é que dentro de dois anos novos produtos não tóxicos estejam disponíveis
Fitorreguladores equilibram desenvolvimento vegetativo e reprodutivo da planta
Substância reguladora impede que algodoeiro cresça demais, reduzindo os custos de produção em 4%
Inseticidas usam bactérias para combater insetos nas plantações
Produto não agride o meio ambiente, é 100% eficaz e pode ser usado em diversos tipos de cultura

Conteúdos Relacionados à: Melhoramento genético
Palavras-chave

 
08/09/2014
Exphomig 2014
Barbacena - MG
14/09/2014
25º Congresso Brasileiro de Entomologia (CBE)
Goiânia - GO
07/10/2014
IV Seminário de Agroecologia do Distrito Federal e Entorno
Brasília - DF
04/11/2014
XII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste
Natal - RN
24/11/2014
V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental
Belo Horizonte - MG
05/05/2015
IV SIGERA - Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais
Rio de Janeiro - RJ
23/11/2015
6º Simpósio de Restauração Ecológica
São Paulo - SP

30/08/2014
Curso teórico e demonstrativo em Agricultura Orgânica - Módulo II
Indaiatuba e Serra Negra - SP
18/09/2014
Curso de Identificação de Árvores e Madeiras do Bioma Cerrado
Sinop - MT
27/09/2014
Curso teórico e demonstrativo em Agricultura Orgânica - Módulo III
Indaiatuba e Serra Negra - SP

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada