dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     24/06/2019            
 
 
    

Em 2009, tivemos um mercado de milho onde as percepções foram as mais variadas, já que apenas poucos conquistaram boa lucratividade, e para isso, foram dois os pré-requisitos: a conquista de altas produtividades e trabalhar o conceito de Margem. 

Como não poderia ser diferente, a história tem provado e comprovado que só alcançando altos rendimentos é que minimizamos as flutuações e a volatilidade de preços, principalmente para o mercado de milho que possui duas grandes safras dentro do mesmo ano. Assim, na safra de verão, a meta deve ser sempre atingir produtividades superiores a 145 sacas por hectare, conquista factível para todas as regiões milhocultoras do Brasil, pois nas áreas de maior vocação produtiva já são conquistadas produtividades superiores a 200 sacas por hectare, mesmo em condições de sequeiro. E, para a safrinha, os fundamentos são os mesmos, mas por motivos óbvios, as expectativas são menores e os melhores rendimentos situam-se na faixa dos 80 a 90 sacas por hectare, mesmo sabendo que em regiões como Mato Grosso e Goiás já se atinge produtividades superiores a 110 sacas por hectare de média em áreas extensas e, casos excepcionais, de 130 sacas por hectare como vimos na safrinha 2009 no MT.

Tratando a lavoura como uma unidade de negócios, é fundamental que a especulação seja mínima e a tentativa de acertar o pico de preços seja abolida, pois a história prova que este método por tentativa tem sido extremamente perigoso e punitivo para a maioria dos produtores, pois dentro de um cenário pautado pela volatilidade e recheado de inúmeras variáveis, é praticamente impossível comercializar 100% da safra no pico de preços. Assim, é fundamental ter uma precisa planilha de custos para se estabelecer a margem a ser conquistada, e após um criterioso acompanhamento de mercado, definir o momento de liquidar posições.

"precisamos perceber o mercado de milho dentro de uma visão mais ampla"

 Francisco Sampaio

Agora, olhando para a safrinha 2010, precisamos perceber o mercado de milho dentro de uma visão mais ampla, avaliando o cenário nacional e mundial para tomarmos a decisão mais acertada e, dentro desta ótica, veremos que as expectativas são bem mais animadoras do que esta última. Vamos destacar os 10 pontos principais que irão nortear a safrinha em 2010:

- O Brasil está plantando a menor área de milho desde a década de 60, pois foi em 1966 a última vez que o país plantou uma área de milho inferior a 9 milhões de hectares. Segundo dados do USDA (United States Department of Agriculture), CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento) e MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o Brasil deve plantar, no máximo, 8,4 milhões de hectares na safra verão 2009/2010;

- Mesmo com as exportações reprimidas em 2009 pelo câmbio desfavorável, onde deveremos totalizar, no máximo, 7,5 milhões de toneladas, nosso estoque de passagem está estimado pelas consultorias em, aproximadamente, 6 milhões de toneladas, o suficiente para um consumo de, no máximo, 45/50 dias, o que nos sinaliza que, em meados e até o final de fevereiro de 2010, poderemos ter problemas de desabastecimento em virtude da forte retração na área da safra verão do Sul e Sudeste do país, o que pode promover uma elevação significativa nos preços;

- O segundo semestre de 2009 teve forte redução nos custos de produção, principalmente quando avaliamos os fertilizantes, que puxados pelos nitrogenados apresentou reduções superiores a 45%. Assim a cultura do milho, que responde muito ao uso de nitrogenados, torna-se a grande favorecida e todas as consultorias já apontam para uma redução de, pelo menos, 15% no custo total de produção para safrinha 2010;

- A alta disponibilidade de híbridos de alta tecnologia, associados às novas tecnologias e o uso associado de fungicidas e Tratamento Industrial de sementes para controle de sugadores propicia maior proteção da lavoura e produtividades ainda maiores na colheita;

- O Brasil já se consagrou como o país que adotou com maior velocidade a Tecnologia Bt. Estima-se que a próxima safrinha terá, no mínimo, 50% de adoção e muitas regiões com índices superiores a 70%. Isto já é uma garantia de maior proteção contra ataques de lagartas e melhor qualidade de grãos, o que promove maior segurança quanto à produtividade almejada;

- Os estudos climáticos indicam para uma forte expectativa de aparecimento do fenômeno El Niño, o que sinaliza maiores precipitações pluviométricas e melhores chances de altas produtividades, o que significa um incentivo à adoção de maior tecnologia;

- A Argentina estará plantando a menor área de milho desde 1991, estimando-se uma área de, no máximo, 2 milhões de hectares;

- Os EUA estão colhendo em 2009 a segunda maior safra de milho da sua história, estimada em 329 milhões de toneladas. Mas, o fato de maior destaque é que os americanos estão com o maior consumo de milho de toda a sua história: devem totalizar uma demanda superior a 331 milhões de toneladas. Assim, a relação estoque/ consumo será reduzida de 14,1% para 12,6% no maior produtor mundial de milho;

- Em 2009, os EUA devem utilizar o volume recorde de milho para etanol, chegando a 104 milhões de toneladas. Assim atende às exigências impostas pela Lei definida ainda no governo Bush, assinada em dezembro de 2007 (Energy Independence and Security Act of 2007), e que estabelecia um percentual mínimo de 10% de mistura de etanol em toda gasolina consumida. Está tramitando no Congresso americano uma proposta de aumento deste percentual mínimo para 15% já em 2010. O governo Obama já admite, pelo menos, uma elevação para 12%, o que sinaliza forte in

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Sementes e Mudas - Artigos já Publicados

Wolf Seeds
O que as pessoas sabem sobre agronegócio?
17/11/2011

Wolf Seeds
Manejo de pastagem: recuperar ou reformar
04/10/2011

Pioneer
Práticas agronômicas que interferem na produção de silagem de milho
01/09/2011

Wolf Seeds do Brasil S/A
Perspectivas para a safra 2010/2011
11/08/2011

Wolf Seeds
Stylosanthes spp cv Campo Grande
19/07/2011

Wolf Seeds do Brasil
Época de compra de sementes forrageiras
14/06/2011

Wolf Seeds
Integração Lavoura Pecuária (ILP)
31/05/2011

Pioneer Sementes
A evolução da produtividade do milho no Brasil
26/05/2011

Wolf Seeds
Utilização dos adubos verdes
14/04/2011

Wolf Seeds
Nova praga das pastagens e cultivos
15/03/2011

Wolf Seeds
Alimentação e suplementação de bovinos
07/02/2011

Pioneer
Avanços tecnológicos da cultura do milho no Brasil
26/01/2011

Wolf Seeds
A utilização de Brachiaria brizantha cv. Marandu como palhada
10/01/2011

Wolf Seeds
Fósforo é essencial para o capim
09/12/2010

Pioneer
Mudança de conjuntura torna mercado do milho atrativo
03/12/2010

Wolf Seeds
A braquiária de VC 36% e a lei
09/11/2010

Pioneer
Silagem de milho: combinando volume com qualidade
19/10/2010

Wolf Seeds
Como melhorar a qualidade nutricional das forrageiras tropicais
11/10/2010

Wolf Seeds
A thithonia e o êxito com apoio da extensão
03/09/2010

Pioneer
Manejo da Soja com o gene Roundup Ready® no Brasil
09/08/2010

Pioneer
Sistema de solução completa Pioneer
26/07/2010

Wolf Seeds
Brachiaria Ruziziensis: uso e aplicações
07/07/2010

Wolf Seeds
A Hora da Pastagem
11/06/2010

Wolf Seeds
Época de compra de sementes forrageiras...
12/05/2010

Pioneer Sementes
Planejamento da soja precoce e milho safrinha no Brasil Central
29/03/2010

Wolf Seeds do Brasil S/A
Utilização de leguminosas nas práticas da adubação verde e rotação de culturas
16/03/2010

Pionner
Qualidade do Tratamento Industrial de Sementes Pioneer
03/03/2010

Wolf Seeds
Semente pirata pode sair caro...
11/02/2010

Pioneer Sementes
Pioneer disponibiliza Sistema de Solução Completa, para uma safrinha cheia de oportunidades
03/02/2010

Wolf Seeds
Utilização de forrageiras na Integração Lavoura-Pecuária
07/12/2009

Wolf Seeds
Plantio de sementes forrageiras
11/11/2009

Conteúdos Relacionados à: Safrinha
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada