dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     28/02/2020            
 
 
    

As lavouras brasileiras de arroz irrigado estão expostas a ocorrência de diversas doenças. Entre estas, destaca-se a brusone, causada pelo fungo Pyricularia grisea, cujos danos em anos favoráveis a sua ocorrência podem comprometer até 100% da produção do arroz. Outras doenças fúngicas importantes na cultura do arroz são a mancha parda (Bipolaris oryzae), escaldadura da folha (Rhynchosporium oryzae), mancha estreita (Cercospora oryzae), mancha das bainhas (Rhizoctonia oryzae), queima das bainhas (Rhizoctonia solani), cárie do grão (Tilletia barclayana) e falso carvão (Ustilaginoidea virens).

O tratamento de lavouras de arroz, com o uso de fungicidas, apresenta relação direta com a produtividade e qualidade dos grãos, sendo que ao longo da última década foi observado o aumento da área tratada no Estado do Rio Grande do Sul, que passou de 50.000 ha em 2003 para 830.000 ha em 2008. Esta expansão se deve, em parte, à ocorrência de epidemias de cárie do grão, a partir da safra 2003-2004, resultando em algumas regiões perdas de até 60% na produtividade de arroz. Este aumento da área tratada com fungicidas demonstra a confiança dos produtores no uso destes produtos, uma vez que houve um decréscimo na ocorrência de epidemias de cárie no Estado desde a safra 2007-2008.

A utilização de fungicidas via foliar deve ser de forma preventiva, o que proporciona um melhor controle da doença quando há histórico de ocorrência na área, quando a cultivar for suscetível ou quando as condições climáticas forem favoráveis ao desenvolvimento da doença. Para a aplicação preventiva de fungicidas deve-se levar em consideração a previsão de ocorrência de chuvas na região, a época de semeadura, origem das sementes, tipo e quantidade de fertilizante utilizado; assim, dependendo destes fatores, podemos prever um risco alto ou baixo de ocorrência de doenças na área. Na presença de alta pressão de inóculo na lavoura recomenda-se a realização de até duas aplicações de fungicida, sendo a primeira no estágio final do “emborrachamento” e a segunda no intervalo de 15 dias. Em áreas onde a brusone acontece mais cedo, como é o caso do litoral catarinense, pode ser necessária uma terceira aplicação para o eficiente controle da doença. Quando as condições da condução da lavoura e o clima permitem uma baixa pressão de inóculo, recomenda-se a realização de apenas uma aplicação, no estágio final do “emborrachamento”.

Outro fator importante para o correto controle de doenças são as condições de aplicação. Na grande maioria das áreas de arroz irrigado, no Estado do Rio Grande do Sul, as aplicações são realizadas via aérea, com equipamentos diversos. Estudos realizados pelo Grupo de Estudos de Tecnologia em Aero-aplicação (GETA) e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), nos últimos três anos, têm demonstrado que, independente do tipo de equipamento utilizado (bicos hidráulicos, atomizadores rotativos ou eletrostático), o resultado de penetração de gotas e cobertura das plantas mostra relação direta com as condições ambientais e de regulagem das aeronaves. Em decorrência destes estudos realizados, já existe uma recomendação da Comissão Técnica do Arroz, da Sociedade Sul Brasileira do Arroz Irrigado, para orientar técnicos e produtores quanto à melhor forma de aplicação de fungicidas.

Trabalhos realizados por órgãos oficiais de pesquisa, para avaliação de eficácia de diferentes princípios ativos, tanto para tratamento preventivo quanto curativo de doenças ocorrentes em lavouras de arroz do Rio Grande do Sul, mostraram diminuição da severidade destas doenças, com conseqüente aumento na produtividade e na qualidade de grãos de arroz. O fungicida BRIO® (Cresoxim-metílico + Epoxiconazole) mostrou eficácia no controle de importantes doenças, e a sua associação com o brusonicida triciclazol mostrou maior eficácia no controle da brusone.

Trabalho realizado pelo Departamento de Fitossanidade da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), avaliando 47 trabalhos científicos realizados entre os anos de 2000 e 2008 por pesquisadores da UFSM, UFRGS e Instituto Rio-Grandense do Arroz (IRGA), concluiu que o uso de fungicidas em arroz irrigado, independente do principio ativo ou da doença estudada, aumentaram em média 19% a produtividade. O incremento da produtividade equivale a um aumento de 26 sacos por hectare, que aos preços praticados em janeiro de 2010, resultariam em ganhos para o agricultor de R$ 780,00. Em termos de qualidade de grão, o uso do fungicida BRIO® proporcionou um acréscimo no rendimento de grãos inteiros, em relação ao tratamento testemunha não tratado, de 3,2 pontos percentuais, o que equivale, quando se considera o preço pago pelos engenhos, aumento na lucratividade do produtor.

Desta forma, é possível afirmar que a utilização de fungicidas, para controle de doenças na cultura do arroz irrigado é uma prática que tem sido utilizada pelos produtores de ponta, resultando em maiores ganhos em termos de rendimento e qualidade de grãos, quando na presença de pressão de doença, e qualidade de grãos quando a pressão de doença se mostra baixa na lavoura.


 

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Sanidade Vegetal - Artigos já Publicados

Fernanda Cristina Juliatti
Mofo branco em soja: danos causados e alternativas para o manejo da doença
07/05/2012

BASF
Multiplicando grãos dourados
26/01/2012

Ihara
Controle da mancha de ramulária (Ramularia areola) do algodoeiro
19/01/2012

Bayer CropScience
Período de estiagem: alerta para a infestação de ácaros nas lavouras de soja
12/01/2012

Bayer CropScience
Novos desafios para o manejo de lagartas na cultura de soja
15/12/2011

Ihara
Mofo Branco: plantio de soja merece atenção ao avanço do patógeno
08/12/2011

BASF
Agricultura 2.0
10/11/2011

Bayer CropScience
Umidade e temperaturas baixas: sinal de alerta para o produtor de batatas
18/10/2011

IHARA
Utilização de maturadores na cultura da cana-de-açúcar em final de ciclo
11/10/2011

Ihara
Desequilíbrio de ácaros do cafeeiro
22/09/2011

BASF
Quebra de dormência em macieira
15/09/2011

Bayer CropScience
Efeito ‘Força Anti-Stress’ na safra verão
25/08/2011

IHARA
Spodoptera no tomate industrial
16/08/2011

BASF
Manejo de doenças do trigo e lançamentos BASF
28/07/2011

Ihara
Patógenos: um desafio à qualidade sanitária da semente
21/07/2011

Bayer CropScience
Nematóides no milho safrinha
14/07/2011

Bayer CropScience
Trigo com produtividade e qualidade
09/06/2011

AgroPlan-UFV
Controle alternativo de pulgões
07/06/2011

Bayer CropScience
Controle do greening: manejos regional e local
17/05/2011

BASF
Inovações tecnológicas: Sistema de Produção Clearfield ® Arroz
12/05/2011

Bayer CropScience
Citricultura: controle do ácaro da falsa ferrugem
05/04/2011

BASF
Produtos biológicos complementam o manejo de pragas e doenças
25/03/2011

AgroPlan-UFV
Reforma no Código Florestal ameaça nossas florestas
10/03/2011

Bayer CropScience
Manejo de lagartas na cultura da soja
03/03/2011

BASF
Mercado legal de sementes é aliado para aumento de produtividade
17/02/2011

BAYER
Manejo de doenças na cultura da soja
27/01/2011

AgroPlan - UFV
Controle de pragas com biopesticidas
27/12/2010

Syngenta
Cana alimenta o modelo energético do futuro
23/12/2010

BASF
Barter garante tranquilidade para o cafeicultor
21/12/2010

Bayer CropScience
Manejo e controle de cigarrinhas das raízes na cana-de-açúcar
20/12/2010

Basf
Tratamento industrial de sementes
17/11/2010

Bayer CropScience
Manejo de doenças no milho
16/11/2010

Basf
Setor sucroenergético se mobiliza em prol da sustentabilidade
20/10/2010

Bayer CropScience
Nematóide em soja
15/10/2010

Bayer CropScience
Controle da cochonilha-da-roseta no café Conilon
29/09/2010

Bayer CropScience
Manejo de doenças em cereais de inverno
13/09/2010

Syngenta
Pulgão provoca alerta nas lavouras de milho no planalto do Parecis
04/08/2010

Bayer CropScience
Plantas daninhas resistentes no Brasil
02/08/2010

Bayer CropScience
Manejo de plantas daninhas na cultura do milho
09/07/2010

Syngenta
A agricultura e as mudanças climáticas
05/07/2010

Bayer CropScience
Manejo de plantas daninhas no sistema inverno/verão
30/06/2010

Arysta
Clima chuvoso e quente favorece surgimento de Greening nos pomares paulistas
10/06/2010

Bayer CropScience
Controle de requeima na cultura tomateira
04/06/2010

Syngenta
Para uma safra mais produtiva
25/05/2010

Bayer CropScience
Requeima (Phytophthora infestans) em batata e tomate
20/05/2010

Bayer CropScience
O uso de maturadores na cultura do café
20/04/2010

Arysta
Aplicação de amicarbazone para controle eficiente da Brachiaria decumbens
13/04/2010

Syngenta
Percevejo ataca o milho no Sul de Minas Gerais
09/04/2010

Syngenta
Pulgão provoca alerta nas lavouras de milho no Planalto do Parecis
25/03/2010

Bayer Cropscience
Manejo de Lagartas na Cultura da Soja
12/03/2010

Milenia Agrociências
Manejo correto pode reduzir os custos dos defensivos no plantio da soja em até 35%
05/03/2010

Arysta LifeScience
Alternativas à resistência de plantas daninhas a herbicidas
02/03/2010

Basf
Aplicações de Cabrio Top® e o aumento da concentração da arginina e do nitrogênio na videira
19/02/2010

Bayer CropScience
Florescimento deve trazer prejuízos para a cana-de-açúcar na safra 2010/2011
05/02/2010

Arysta LifeScience
Chuvas demandam aplicação mais efetiva de defensivos nas lavouras de hortaliças
27/01/2010

Milenia Agrociências
Peculiaridades da agricultura brasileira desafiam empresas de agroquímicos
25/01/2010

Basf
Requeima e Pinta Preta são batatas quentes na mão do produtor
21/01/2010

Bayer CropScience
Brasil pode sofrer forte epidemia da ferrugem da soja
21/12/2009

Basf
Yield Max e as aplicações de defensivos na soja
21/12/2009

Syngenta
Diagnóstico e soluções para a cercosporiose do milho
08/12/2009

Basf
Serviço Digilab dá suporte ao produtor e ambiente
17/11/2009

Milenia Agrociências
Sistema de trocas beneficia produtor
11/11/2009

Bayer CropScience
Manejo de buva resistente
05/11/2009

Conteúdos Relacionados à: Sanidade Vegetal
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada