dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     21/10/2020            
 
 
    
Premiação  
Pesquisadora, especialista em manejo de pastagem, recebe Prêmio Zootecnista do Ano
Pesquisadora da Embrapa Gado de Corte, desde 1976, já publicou 60 artigos em periódicos especializados, 124 trabalhos em anais de eventos e 13 publicações técnicas
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Embrapa Gado de Corte
15/08/2012

Este ano, o Prêmio Sociedade Brasileira de Zootecnia (SBZ), concedido pela SBZ veio para Campo Grande-MS, para as mãos da pesquisadora da Embrapa, Valéria Pacheco Batista Euclides. Formada em 1974, em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa-MG, Valéria concluiu seu mestrado em Zootecnia em 1977, também em Viçosa, e o doutorado em Manejo de Pastagens pela Universidade da Flórida-EUA, em 1985.

Pesquisadora da Embrapa Gado de Corte, desde 1976, já publicou 60 artigos em periódicos especializados, 124 trabalhos em anais de eventos e 13 publicações técnicas. Também é autora dos livros “Pastagens: conceitos básicos, produção e manejo” e “Alternativas para intensificação da produção de carne bovina em pastagem”, além de capítulos em nove livros.

Como docente, é professora no curso de mestrado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, tendo já orientado seis dissertações de mestrado, nove teses de doutorado e 16 trabalhos de conclusão de cursos na área de Zootecnia. Como pesquisadora, atualmente, participa de 12 projetos de pesquisa, coordenando quatro. Valéria Pacheco ainda participou da equipe responsável pelo lançamento de cinco cultivares de gramíneas tropicais, todas registradas pelo MAPA, como a recém-lançada, a BRS Tupi. Ao todo, esteve em mais de 70 eventos técnico-científicos ora como palestrante, ora apresentando trabalho, ora como coordenadora, entre congressos, cursos, treinamentos, simpósios e workshops.

Com seu ‘mineirês’, Valéria afirma que ter o reconhecimento da SBZ é muito significativo, “apesar de, à semelhança do que ocorre com todos os pesquisadores, ter vivenciado conquistas e frustrações, posso afirmar que esse prêmio permite-me auferir um balanço positivo na minha caminhada profissional e tenho consciência clara de não foi resultado de ações isoladas e dependentes só do meu esforço. Muitos foram os que contribuíram, principalmente, os colegas da Embrapa Gado de Corte, reconhecendo ter sido agraciada com amizades e colaborações imprescindíveis à minha trajetória, especialmente, àqueles que me ajudaram na condução das minhas pesquisas e tornaram esse prêmio possível. Com eles o compartilho”.

Após mais de 30 décadas dedicadas à pesquisa agropecuária, ela tem uma ressalva, sair da mesmice. “Não poderemos continuar fazendo mais do mesmo se quisermos contribuir efetivamente para a estruturação dos novos sistemas de produção que serão intensivos em conhecimento e em tecnologia, ao mesmo tempo, em que exercerão papel importante para o bem-estar das populações rural e urbana, sendo ainda instrumento efetivo de garantia de segurança alimentar. É nesse ambiente que teremos de construir uma nova zootecnia”, enfatiza a pesquisadora.

Para isso, segundo ela, “será necessário esforço integrado da academia, das instituições de pesquisa e do setor privado, bem como, das diferentes disciplinas numa visão de cadeia produtiva. As soluções demandadas não serão obtidas por meio de esforços isolados. Somente atuando de forma integrada será possível contribuir na solução dos problemas e na capitalização das oportunidades que se fazem e que se farão presentes nas cadeias de produção atuais e futuras”.

Alimentada por novos horizontes ela ainda destaca que o prêmio “em vez de se constituir em incentivo para redução do ritmo de trabalho imbuída da sensação de dever cumprido, transforme-se em instrumento motivador para enfrentar esses novos desafios”.

Durante a 49ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia (SBZ), dez prêmios e homenagens foram concedidos: Prêmio Unipasto – produção científica na área de Forragicultura e Pastagem; Prêmio Serrana Nutrição Animal – iniciativas científicas criativas que colocam a produção animal em sintonia com as expectativas dos empresários rurais brasileiros; Prêmio Asbram Pesquisa e Inovação – pesquisadores brasileiros que desenvolvem trabalhos na área de suplementação alimentar de ruminantes; Homenagem Sócio Destaque; Homenagem Especial; Prêmio Ismar Leal Barreto – melhor resumo expandido apresentado na forma oral ou pôster na 48ª Reunião Anual da SBZ, realizada em 2011; Prêmio Geraldo Gonçalves Carneiro – melhor artigo científico publicado nas áreas de Nutrição Animal, Forragicultura ou Genética e Melhoramento Animal no ano de 2011; Prêmio Nicolau Athanassof – melhor dissertação defendida em 2011; Prêmio Octávio Domingues – tese defendida em 2011 e Prêmio Sociedade Brasileira de Zootecnia – profissionais ligados à área de Zootecnia.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Pecuária de Corte
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada