dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     25/05/2022            
 
 
    
Agropecuária    
Estudo revela que Curraleiro e Pé-Duro são a mesma raça
Trabalho de genotipagem e análise feito nos EUA pôs fim à celeuma que dominava as discussões entre criadores
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Embrapa Meio-Norte
22/08/2012

Acabou a polêmica! Pé-Duro e Curraleiro são a mesma raça de gado bovino. A dúvida dos criadores brasileiros agora acabou de vez. Um trabalho de genotipagem e análise feito nos Estados Unidos pelo pesquisador-doutor Geraldo Magela Carvalho, da Embrapa Meio-Norte, pôs fim à celeuma que dominava as discussões entre criadores. A sede da Associação Brasileira de Criadores de Gado Curraleiro Pé-Duro será em Teresina.

O resultado das análises, que saiu após um ano e meio de intenso trabalho, já está no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que seja homologado o registro genealógico da raça Curraleiro Pé-Duro. As análises foram feitas em parceria com o pesquisador  Harvey D. Blackburn, do Serviço de Pesquisa Americano, órgão do Departamento de Agricultura, no estado do Colorado.

O trabalho de genotipagem

Para chegar à conclusão de que Curraleiro e Pé-Duro são a mesma raça, Geraldo Magela Cortês, que fazia pós-doutorado, executou um projeto financiado pelo Laboratório Virtual da Embrapa no Exterior, o Labex-USA. Nele, o pesquisador usou onze programas de computador e material genético de 142 bovinos das raças Curraleiro, Pé-Duro, Caracu, Nelore e Gir. O material foi genotipado por 34 microssatélites, que são marcadores genéticos.

Segundo o pesquisador, a diferenciação racial encontrada entre as populações  foi  de baixa a moderada. “Identificamos uma diferenciação muito baixa entre Curraleiro e Pé-Duro e mais distante entre Nelore e Caracu”, relata. Ele conclui que a grande similaridade do Curraleiro com o Pé-Duro indica que esses bovinos se distanciaram do tronco ancestral há pouco tempo.

O estudo aponta na direção lógica: Pé-Duro e Curraleiro são parte de um antigo rebanho que cobria quase todo o território brasileiro. Polêmicas à parte, os historiadores divergem apenas no ano  da chegada do gado bovino no Brasil. Uns dizem que os primeiros animais aportaram em solo brasilleiro 1535, nas capitanias de Pernambuco e Bahia, vindos de Cabo Verde, por ordem do então governador geral Tomé de Souza.

Outros apostam que eles chegaram ao País em 1534, pelas mãos de Martim Afonso de Sousa, navegador português que era donatário da capitania de São Vicente, hoje município paulista situado na Baixada Santista a 70 quilômetros da capital. Hoje, o rebanho de Curraleiro Pé-Duro no Brasil, raça ameaçada de extinção,  é estimado em cerca de 3 mil cabeças espalhadas pelos estados do Piauí, Maranhão, Ceará, Paraíba, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e Bahia.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Agropecuária
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada