dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     15/08/2020            
 
 
    
Sustentabilidade    
Rede de pesquisa avalia a eficiência, a viabilidade econômica e o impacto ambiental de fertilizantes no Brasil
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Rodrigo Peixoto, Embrapa Arroz e Feijão
29/07/2015

A Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás-GO) coordena há um ano um projeto para consolidar uma rede de avaliação agronômica e validação de fertilizantes no país e para orientar o produtor rural quanto ao uso de fontes alternativas de nutrientes e quanto à utilização de novas tecnologias aplicadas aos fertilizantes convencionais. Essa iniciativa faz parte da Rede FertBrasil, coordenada pela Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ), que agrega a Embrapa e uma série de instituições de pesquisa e de empresas parceiras.

O projeto abrange as principais regiões produtoras de grãos (arroz, feijão, milho, soja e trigo), fibras (algodão) e energia (cana), localizadas nos estados do Pará, Amapá, Bahia, Maranhão, Sergipe, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O trabalho envolve experimentos a campo, nos quais são testadas diferentes fontes de macro e micronutrientes e de novas tecnologias associadas a fertilizantes convencionais, fertilizantes organominerais, novas combinações entre inoculantes à base de bactérias e fungos com os fertilizantes convencionais, além de estudos relacionados ao uso de biofertilizantes, isto é, fertilizantes obtidos a partir da combinação de fosfatos de rocha e microrganismos solubilizadores.

De acordo com a coordenadora do projeto, a pesquisadora da Embrapa Arroz e Feijão Maria da Conceição Carvalho, os trabalhos estão medindo, ao longo de três anos, o potencial e os impactos na produtividade das lavouras e no meio ambiente de novos fertilizantes e de fontes diversas de nitrogênio, fósforo, potássio, magnésio e enxofre.

No que diz respeito aos biofertilizantes e insumos biológicos, Maria da Conceição Carvalho explica que há, por exemplo, para a cultura do milho, estudos para a avaliação de inoculantes à base de fungos micorrízicos, de inoculantes à base de bactérias diazotróficas e de inoculantes à base de microrganismos solubilizadores de fósforo para adubações com fosfatos naturais.

Uma outra vertente do projeto é estabelecer, dentro da Rede FertBrasil, protocolos de avaliação padronizados de fertilizantes que contenham substâncias bioativas para três principais grupos de produtos: os promotores de enraizamento e de crescimento vegetal; os que possuem fontes de micronutrientes exclusivos para aplicação via foliar, como sais, quelatos e suspensões; e os que são atenuadores de estresses abióticos.

Um aspecto adicional, relatado por Maria da Conceição Carvalho, é que há no projeto um grupo de profissionais dedicados à análise da viabilidade econômica de novos fertilizantes. Nesse caso, serão calculadas as doses ótimas e econômicas, os índices de incremento líquido da produção, a receita líquida e a relação custo/benefício dos sistemas de produção com a utilização dos novos fertilizantes. A análise desses indicadores econômicos permitirá concluir sobre a viabilidade econômica dos fertilizantes nos sistemas de produção em diferentes regiões.

O Brasil é o quarto maior consumidor de fertilizantes do mundo. Nos últimos vinte anos, a quantidade utilizada no país de formulados com nitrogênio, fósforo e potássio.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada