dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     27/05/2017            
 
 
    
Manejo    
Performance laboratorial pode refletir na lucratividade da soja
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Aprosoja
18/04/2016
 
A lucratividade do setor produtivo em Mato Grosso pode estar sendo afetada, em parte, pelas variações em resultados de laboratórios de análise de solo. A possibilidade foi apontada no relatório final dos estudos realizados pelo Comitê Integrado para Avaliação da Qualidade de Análise de Solo no Estado de Mato Grosso (CIAQAS).
 
Realizado entre os anos de 2013 e 2015, o levantamento, feito pela Fundação MT em parceria com a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), aponta que as variações nos resultados de alguns laboratórios acarretam em recomendações de aplicação de fertilizante e corretivos no solo de forma errônea.
 
“Como reflexo, essas recomendações podem causar prejuízo para os profissionais da agronomia e para a lucratividade do setor produtivo”, explicam os pesquisadores da Fundação MT, Douglas Coradini e Leandro Zancanaro.
 
Os pesquisadores também concluíram que a descrição metodológica da análise de solo sobre fertilidade que consta nos laudos dos laboratórios é falha. “E, além de falha, compromete a interpretação agronômica”, explica Coradini.
 
Para os pesquisadores da Fundação MT, o estudo, além de mostrar o contrassenso de resultados, é um indicativo dos temores dos produtores. “Entre os anos de 2013 a 2015, a proporção dos resultados com variação acima do aceitável foi de 25% a 26%, principalmente no aspecto de exatidão dos valores. Essas incoerências nos resultados analíticos encontradas neste levantamento refletem os atuais questionamentos de profissionais e produtores sobre a qualidade dos laboratórios de análise de solo no estado de Mato Grosso”, conclui Zancanaro.
 
Para a Aprosoja, o estudo é de fundamental importância. “O levantamento serve para termos conhecimento da real situação dos serviços prestados pelos laboratórios. Nós buscamos excelência nos resultados para termos, como reflexo, mais produtividade, rentabilidade e sustentabilidade na atividade”, avalia o diretor técnico da Aprosoja, Nery Ribas.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
29/08/2017
11º Congresso Brasileiro do Algodão
Maceió - AL


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada