dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     29/04/2017            
 
 
    

Há uma demanda crescente por informações sobre tecnologias agropecuárias que melhorem a produtividade, agreguem valor aos produtos, diminuam ou mesmo evitem o uso do fogo. O manejo do fogo de forma inadequada tem levado à perda de grandes áreas de floresta e outras coberturas vegetais, gerando importantes problemas ambientais, econômicos e sociais, como a diminuição da qualidade do ar, a perda de plantios e de áreas com alta diversidade biológica, degradação do solo e declínio da produtividade agrícola.

Esforços para combater o problema têm sido implementados. A Embrapa, por exemplo, tem realizado pesquisas em busca do manejo sustentável dos diferentes sistemas que compõem a realidade da agricultura brasileira, visando à diminuição ou total eliminação do uso do fogo. Grupos de pesquisa têm buscado alternativas de preparo de área e melhoria na produção de áreas já abertas, procurando desenvolver sistemas de produção que prolonguem o tempo de uso do solo e gerar informações e resultados científicos sobre mitigação de impactos ambientais.

E, um dos sistemas que despontam dentro dessa linha, é a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), um tipo de plantio em que se combina o componente arbóreo, a cultura agrícola e a pastagem com a introdução de animais. O pasto é formado após a colheita da lavoura, o que garante a oferta de alimento para os animais. E se obtém uma renda futura, com a madeira. Isso resulta em retorno econômico a pequeno, médio e longo prazos.

A adoção de sistemas ILPFs tem sido uma prática crescente no Brasil. Para que esses sistemas não sejam perdidos ao longo do tempo é necessário fazer um bom planejamento com base no diagnóstico da propriedade agrícola, onde são conhecidas a infraestrutura disponível, as atividades desenvolvidas, nível de gestão do empreendimento, disponibilidade de mão de obra, fontes de renda, aspectos edáficos e mercadológicos e interesses e planos da família. Isso é importante para a fundamentação das escolhas.

O manejo adequado dos componentes agrícola, florestal e forrageiro é de fundamental importância para o sucesso do sistema e envolve procedimentos diferenciados para cada componente a fim de obter uma produção otimizada.

Partindo-se da premissa de incremento de tais áreas com a inserção do componente arbóreo é necessário observar algumas características desejáveis para uma melhor interação: o porte das árvores mais adequado em pastagens; a forma e densidade da copa, a regeneração e tolerância ao fogo; a qualidade do fuste (forma do tronco para corte); o potencial forrageiro e tóxico dos frutos; a velocidade de crescimento; o valor comercial da madeira; e se há oferta de produtos não madeireiros.

Nos projetos da Embrapa tem-se verificado que os produtores não veem a inserção do componente arbóreo como perda de espaço, mas percebem ganhos futuros com a introdução desse componente junto à lavoura e pecuária, buscando a obtenção de madeira e outros benefícios, além de gerar renda e trabalho por maior período de tempo. Como espécies florestais mais utilizadas em pastagens temos: o Eucalipto spp.; Grevilea robusta, Pinus spp, Teca (Tectona grandis), cedro australiano, mogno africano (Kaya ivorensis), canafístula (Pelthophorum dubium), paricá (Schizolobium amazonico) e Acacia mangium. Plantadas junto às variedades de milho, feijão, sorgo, arroz e outras culturas anuais e forrageiras como a Brachiaria spp., em desenhos compatíveis com a área e necessidades de cada produtor.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: ILPF
Palavras-chave

 
18/04/2017
IV Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-estar Animal
Porto Alegre - RS
01/05/2017
Agrishow 2017
Ribeirão Preto - SP
16/05/2017
AgroBrasília 2017
Brasília - DF
29/08/2017
11º Congresso Brasileiro do Algodão
Maceió - AL


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada