dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     25/09/2020            
 
 
    
Agroecologia  
Produtores de morangos do RJ recebem os primeiros Selos Nacionais da Agricultura Familiar
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Sidney Dantas, Delegacia Federal de Desenvolvimento Agrário do Rio de Janeiro
20/12/2018

A Associação dos Agricultores Familiares Produtores de Morango (Amorango), de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, tornou-se o primeiro empreendimento produtivo da agricultura familiar em todo o país a utilizar o Selo Nacional da Agricultura Familiar (Senaf).

Isso possibilitará à Amorango exibir nas embalagens dos alimentos que produz o novo símbolo criado, em novembro deste ano, pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), para atestar a autenticidade e a procedência dos produtos da agricultura familiar brasileira.

Com cerca de 600 toneladas de morangos produzidas por ano, a Amorango é composta por 40 famílias de agricultores familiares de Nova Friburgo e vende sua produção para mercados, confeitarias, ou em feiras livres, in natura ou processada na forma de doces e polpas.

Agora toda a linha de produtos daquela associação exibirá o selo nas embalagens, apresentando o número de série específico do alimento, a data de expedição e o estado onde o alimento foi produzido.

O novo Selo Nacional da Agricultura Familiar chega para dar mais visibilidade à economia rural, difundindo e consolidando a marca da agricultura familiar brasileira e contribuindo diretamente para a valorização dos homens e mulheres que nela trabalham.

“O Senaf proporciona o reconhecimento da produção, criando competitividade para os produtos da agricultura familiar, agregando valor e gerando emprego e qualidade de vida para o homem no campo”, resumiu o subsecretário de Agricultura Familiar da Sead, Humberto Thomé, sobre a contribuição do selo para os agricultores familiares.

Cada selo possuirá ainda um código QR, por meio do qual o consumidor poderá acessar, pelo smartphone, dados adicionais sobre o produto, como o nome da associação ou cooperativa responsável e demais especificações técnicas do alimento certificado pelo Senaf.

Qualidade atestada

Atentos à qualidade dos alimentos que levam aos consumidores, os agricultores da Amorango fazem do zelo pelo cultivo e processamento de produtos saudáveis, uma meta permanente e diferencial competitivo no mercado da agricultura familiar.

Seguindo técnicas agroecológicas, os pequenos produtores cultivam as frutas em sistema semi-hidropônico e suspensas em arcos, portanto, sem contato com o chão, o que diminui a incidência de pragas e reduz ao mínimo a utilização de defensivos.

Para o presidente da associação, Fernando Hottz, foi justamente a preocupação com a qualidade dos alimentos que despertou o interesse dos produtores em associar a marca da Amorango ao Senaf.

"Poder exibir o Senaf em nossas embalagens nos deixa muito felizes porque ele assegura a qualidade dos nossos produtos. Por meio do selo os consumidores poderão consultar a origem dos nossos alimentos e atestar o cuidado como nós os produzimos.", disse Hottz.

Mais renda
A agregação de valor econômico aos produtos também foi um atrativo levado em conta pelos produtores da Amorango ao associar o conceito de alimentação saudável, natural e sustentável, naturalmente atribuído à agricultura familiar, e cada vez mais valorizado pelo mercado consumidor.

"Os consumidores estão muito atentos à qualidade dos alimentos e à maneira como são produzidos. E um número sempre maior de consumidores vem reconhecendo e valorizando isso. Por isso o Senaf significa alimento mais saudável para quem compra e mais renda para o produtor”, afirmou o presidente da Amorango.

Vitrine para a Agricultura Familiar
Paralelamente ao Senaf, outra ferramenta lançada pela Sead para divulgar a agricultura familiar e os produtores ligados à pasta é a “Vitrine da Agricultura Familiar” (www.vitrine.mda.gov.br), plataforma web para contato entre os pequenos produtores familiares e os consumidores, a qual permite a rastreabilidade de produtos; a consulta a um catálogo de hortifrútis, cereais, bebidas e laticínios, entre outros produtos certificados; além de uma interface para a solicitação do Senaf pelos agricultores familiares interessados, informações e outros serviços.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada