dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     20/05/2019            
 
 
    
Tecnologia  
IAPAR e Itaipu vão compartilhar dados meteorológicos
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Edmilson Gonçales Liberal, IAPAR
21/02/2019

Um acordo para integrar a rede do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) ao Sistema de Monitoramento de Estações Meteorológicas (SMEC2), do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), foi firmado entre as duas entidades na última sexta-feira (15). O objetivo da parceria é melhorar a qualidade da transmissão desses dados no campo.

“Tínhamos carência na oferta de informações com qualidade para todo Paraná, e assim podemos obter informações em tempo real, facilitando a tomada de decisões em relação a emergências climáticas, por exemplo, ou em relação ao ciclo natural das culturas, criações e preservação dos recursos naturais, como solo e água”, afirmou Rafael Fuentes Llanillo, diretor de pesquisa e inovação do IAPAR.

Segundo o coordenador da área de agrometeorologia do IAPAR, Pablo Ricardo Nitsche, o aprimoramento das estações meteorológicas, hoje totalmente automatizadas, aumenta muito o volume de dados obtidos, o que leva à necessidade de desenvolver sistemas inteligentes para sua coleta e compartilhamento. “O SMEC2 entra justamente nesta lacuna”, explica.

Para o Diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, essa é uma parceria estratégica para o Parque.

De acordo com Rolf Massao Satake, engenheiro eletricista do PTI, os dados históricos do IAPAR serão fundamentais para que o projeto tenha mais informações úteis para o produtor rural.

“A partir de agora integramos as estações do Instituto e com a Itaipu passamos a ter um dos maiores bancos de dados atualizados de estações agroclimáticas de todo Paraná, o que é importante para termos melhor entendimento climático para a agricultura da região, permitindo que o PTI forneça dados para otimização do trabalho no campo”, disse.

PTI
O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) é uma fundação criada pela Itaipu com o objetivo de desenvolver a atividade científica e a geração de tecnologias sustentáveis. Atua promovendo a união entre empresas, centros de pesquisa, laboratórios e instituições de ensino.

Inaugurado em janeiro deste ano, o SMEC2 é uma plataforma que possibilita acompanhar, em tempo real, dados gerados por estações meteorológicas, como temperatura, umidade e chuva. Foi desenvolvido em parceria que envolveu o IAPAR, PTI, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e Itaipu Binacional, por meio de colaboração com o Centro Latino-Americano de Tecnologias Abertas (Celtab).

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Notícia
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada