dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     27/02/2017            
 
 
    
Máquinas e Implementos    
Problemas na semeadura: de quem é a culpa?
As semeadoras perdem o caráter de precisão devido a alguns fatores que influenciam diretamente na performance do mecanismo dosador
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Semeato
12/11/2009

No processo produtivo de qualquer cultura a semeadura constitui-se em um dos fatores fundamentais para o sucesso no estabelecimento e, posteriormente, na produtividade da lavoura. Em se tratando de Plantio Direto, acentua-se sobremaneira a importância de uma semeadora que atenda alguns parâmetros básicos, tais como a homogênea e precisa distribuição de sementes e fertilizantes, o corte eficiente da palhada e a deposição da semente e do fertilizante em profundidades constantes e adequadas. Para isso, a semeadora deve formar um ambiente propício para que a semente entre em íntimo contato com o solo, possibilitando a absorção de água, essencial para o início do processo de germinação. Além disso, a semeadora deve promover a dosagem apropriada de sementes para que se obtenha a população ideal de plantas por hectare.

A densidade ótima de plantas a ser utilizada por alguma cultura é determinada pelas exigências da própria espécie considerada e por fatores ambientais que influenciam diretamente no desenvolvimento das plantas e, consequentemente, na produtividade final da lavoura. Sabe-se que culturas apresentam respostas diferentes à variação na população de plantas. Alguns autores afirmam que a cultura da soja, por exemplo, suporta variações de até 15% na densidade de semeadura, sem afetar o rendimento. Por outro lado, estudos mostram que a desuniformidade na distribuição espacial de plantas pode resultar em perdas de até 15% ou mais na cultura do milho; 35% ou mais na cultura do girassol e 10% ou mais na cultura da soja.

Má distribuição das sementes ocasiona falhas no plantio

 

A importância da distribuição de sementes é tão grande para algumas culturas que as máquinas que realizam a semeadura destas culturas são chamadas de semeadoras de precisão. Neste tipo de máquinas, destaca-se a importância dos mecanismos dosadores de sementes, pois são os responsáveis pela precisão da máquina. Esses mecanismos têm por função individualizar as sementes contidas no reservatório, sem danificá-las e distribuí-las uniformemente de acordo com a necessidade específica da cultura.

O sistema mais difundido no Brasil é o sistema mecânico do tipo 'Disco Alveolado'. Existe uma gama enorme de discos disponíveis, com diferentes espessuras, tamanhos de alvéolos e com diferentes números de alvéolos, o que faz com que o sistema se adapte às mais diversas culturas e às mais variadas formas e tamanhos de sementes. Porém, verifica-se que muitas vezes essas semeadoras perdem o caráter de precisão devido a alguns fatores que influenciam diretamente na performance do mecanismo dosador. Dentre outros fatores, pode-se destacar, principalmente a qualidade física das sementes. Daí, muitas vezes, nasce a ideia de que a máquina é a grande culpada quando o plantio não ocorre com a precisão desejada.

Sementes mal calibradas

 

É evidente que os produtores de sementes devem se preocupar com as qualidades fisiológicas das sementes, pois essas são características que irão proporcionar o seu melhor aproveitamento e também irão influenciar na quantidade de sementes a ser distribuída, em função, principalmente, do poder germinativo das mesmas. Porém, de nada adianta uma semente apresentar excelentes qualidades fisiológicas se fisicamente deixa a desejar, apresentando-se com tamanhos e formas irregulares, dificultando o trabalho do dosador de sementes e impedindo a obtenção do stand desejado.

Até bem pouco tempo atrás, quando se falava em calibração de sementes, falava-se na cultura do milho, por ser uma cultura altamente exigente em população correta e precisa de plantas por hectare, que exige um plantio “grão a grão”, impossível de realizar com sementes mal calibradas. No caso da soja, essa preocupação não existia, pois as cultivares não eram tão exigentes em população de plantas e se utilizava um número alto de plantas por hectare (600-700.000 plantas por hectare), onde variações na população pouco influenciavam na produtividade da lavoura. Mais recentemente, foram desenvolvidas cultivares de soja que exigem baixas populações de plantas por hectare (250-350.000 plantas por hectare), portanto variações na população de plantas não são mais aceitáveis, nos percentuais que até então se admitiam.

Conforme dito anteriormente, a grande maioria das máquinas de precisão que estão no campo trabalha com dosadores de sementes mecânicos do tipo disco alveolado. Esse sistema exige um padrão uniforme e regular de tamanho das sementes para que ocorra a individualização da semente nos alvéolos dos discos. Sabe-se que para o bom funcionamento do sistema somente uma semente deverá ocupar cada alvéolo. Uma semeadura precisa prevê a distribuição de sementes no solo, de uma em uma, depositadas a uma distância previamente determinada com uma profundidade constante. Em culturas com a população de plantas reduzida, como por

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Máquinas e Implementos - Artigos já Publicados

Massey Ferguson
Palha que vira energia
01/11/2011

Branco
E se você pudesse tirar energia do lixo?
18/08/2011

Cia Caetano Branco
Garantindo energia e produtividade
26/07/2011

AgroPlan-UFV
Equipamento de baixo custo para produção de biodiesel
05/07/2011

Massey Ferguson
Necessidade do presente, padrão do futuro
21/06/2011

Massey Ferguson
Novidades na agricultura de precisão
03/05/2011

Massey Ferguson
Boas perspectivas
31/03/2011

Massey Ferguson
Conforto que gera resultado
24/02/2011

Massey Ferguson
O trator ideal
21/01/2011

Massey Ferguson
Precisão na lavoura e no bolso
17/12/2010

Massey Ferguson
O manual do operador como ferramenta de quem não pode parar na lavoura
17/11/2010

Semeato
Semeadoras prontas para o próximo plantio
06/05/2010

Colombo
Colheita mecanizada do feijão: Sempre um desafio
24/03/2010

Semeato
Semeadura de culturas de inverno
22/02/2010

Mecmaq Solomaq
Calda Pronta
05/11/2009

Conteúdos Relacionados à: Plantio
Palavras-chave

 
06/03/2017
Expodireto Cotrijal 2017
Não-me-Toque - RS
06/04/2017
IV Encontro Nacional da Soja
Londrina - PR
18/04/2017
IV Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-estar Animal
Porto Alegre - RS
01/05/2017
Agrishow 2017
Ribeirão Preto - SP
29/08/2017
11º Congresso Brasileiro do Algodão
Maceió - AL


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada