dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     05/07/2020            
 
 
    

O setor suinícola tem obtido destaque no País nos últimos tempos. O que mais tem despertado a atenção, além da própria atividade, é a importância da limpeza e da desinfecção da granja de suínos. A profissionalização e o desenvolvimento do setor vieram acompanhados da adoção de uma série de procedimentos para garantir a sanidade das propriedades.

A suinocultura moderna é baseada na criação intensiva e sistemática dos animais. Apesar dos indiscutíveis ganhos de produtividade em escala, a sanidade se torna cada vez mais comprometida em função da grande concentração desses animais em granjas, facilitando a disseminação de doenças infecciosas. Nesse contexto, a adoção de medidas para diminuir ou eliminar a contaminação ambiental por microorganismos patogênicos é o ponto principal para garantir que os suínos atinjam bons índices de desempenho zootécnico ao abate.

Hoje, diante da necessidade de se produzir mais no menor tempo possível, os produtores acabam abrindo mão da qualidade e não se preocupam como deveriam com a higiene das instalações rurais. Quando uma granja de suínos possui ineficiente programa de limpeza e desinfecção, as principais doenças que podem se instalar são as infecciosas, causadas por vírus, bactérias, micoplasma e protozoários. Particularmente, as doenças infecciosas causadas por vírus, tal como a Circovirose, são as que têm maior potencial de se desenvolver, uma vez que os antibióticos utilizados atualmente na suinocultura não agem sobre esses microorganismos.

Para um programa de limpeza e desinfecção ter qualidade é preciso seguir  quatros etapas - remoção física, umidificação, limpeza e desinfecção -, mesmo que a forma de realização do saneamento varie em função das necessidades das diferentes fases ou sistemas de produção de suínos.

O procedimento completo deve ser adotado sempre que houver disponibilidade das instalações sem a presença dos animais. Entretanto, a limpeza seca (retirada das fezes com auxílio de ferramentas) deve ser realizada diariamente, uma vez que as fezes e a sujidade (matéria orgânica) presentes nas instalações são as principais fontes de contaminação para doenças infecciosas.

A maior preocupação na desinfecção das instalações é a garantia de que o programa adotado está sendo eficiente. Tenho convicção de que um ponto essencial desse processo é o comprometimento e o treinamento dos funcionários da granja na realização sistemática e periódica de todo o protocolo de limpeza e desinfecção. De nada adiantará utilizar o melhor desinfetante se não houver pessoas treinadas e motivadas para realizar todas as etapas do processo.

Outro ponto fundamental é o efeito limitado que a limpeza física das instalações com auxílio de ferramentas tem sobre a eliminação ou diminuição das doenças infecciosas. Isso ocorre em função do tamanho microscópico de vírus, bactérias, micoplasmas e protozoários, que permanecem no ambiente, mesmo com uma boa limpeza seca nos locais.

De forma geral, os desinfetantes modernos utilizados na suinocultura possuem amplo espectro de atuação, mas dificilmente um único desinfetante existente no mercado atuará de forma eficiente para todos os microorganismos.

Desta forma, a escolha do tipo de produto a ser adotado em um programa de desinfecção deve ser baseada no(s) microorganismo(s) a que se quer eliminar ou reduzir no ambiente. Identificado o alvo, o próximo passo é a realização de testes de eficiência dos diversos tipos de desinfetantes disponíveis frente aos microorganismos alvo.

Infelizmente, esse procedimento ainda é pouco adotado pela maioria dos suinocultores, mas é essencial para garantir o sucesso do programa de desinfecção da granja. Sem isso, há o risco de comprometer todo o trabalho em equipe voltado para redução da contaminação ambiental de microorganismos causadores de doenças infecciosas importantes dentro da suinocultura.

Outro aspecto importante que devemos nos atentar se refere à capacidade desses microorganismos, principalmente vírus e bactérias, em desenvolver resistência aos desinfetantes. Por essa razão, devem ser realizados testes de eficácia dos produtos periodicamente, repetidos a cada 4 a 6 meses ou sempre que houver suspeita de ineficiência do programa.

Vale lembrar ainda que a ação das soluções na presença de matéria orgânica (sujidade) é bastante limitada. Assim, a limpeza física das instalações é imprescindível para uma boa atuação dos desinfetantes.

A ação da cal e seus derivados está baseada na capacidade de desidratação dos microorganismos e é considerada uma ferramenta adicional ao programa. Seu uso deve ser limitado às instalações já limpas, desinfetadas e secas. Deve ser utilizada com cuidado devido ao seu potencial quando em contato com a pele dos animais.

Portanto, a importância de manter a eficiência da sanidade e trabalhar com o conceito de prevenção estão somados à necessidade de preservar o espaço conquistado na economia e que é indispensável ao produtor.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Sanidade Animal - Artigos já Publicados

Sanex
Ambiência: uma preocupação da avicultura brasileira
16/02/2012

Ourofino
A importância do consumo da carne vermelha
02/02/2012

Sanex
Criação de bezerras: Como prevenir diarreias e melhorar resultados com o uso de eletrólitos
05/01/2012

Sanex
O uso dos eletrólitos na produção de aves
01/12/2011

Ourofino
Novos desafios da produção leiteira
24/11/2011

Sanex
Ácidos orgânicos e Salmonella
06/10/2011

Ourofino Agronegócio
Doença respiratória de bovinos
20/09/2011

Sanex
Práticas de acidificação em água e ração
30/08/2011

Ourofino Agronegócio
Confinamento bovino
09/08/2011

Ourofino Agronegócio
Febre do leite
12/07/2011

Ourofino
Boas práticas de vacinação
19/04/2011

Ourofino
Berne/Dermatobiose (Dermatobia hominis)
01/03/2011

Ourofino Agronegócio
Stomoxus calcitrans: mosca dos estábulos
19/01/2011

Novartis
Efeitos das parasitoses sobre a reprodução bovina
17/01/2011

Ourofino
Boas práticas de ordenha
07/12/2010

Novartis
Mosca-do-estábulo: problema em área rural
05/11/2010

Ourofino
Um mal silencioso
25/10/2010

Novartis
Controle do carrapato: por que se deve “quebrar” as gerações?
01/10/2010

Ourofino
Controle estratégico da verminose dos bovinos
23/09/2010

Syntec
Utilização de maleato de acepromazina em laminite
08/09/2010

Novartis
O médico veterinário e a área comercial
02/09/2010

Merial Saúde Animal
Controle parasitário em bovinos leiteiros - Parte II
01/09/2010

Ourofino
Planejamento e organização de medicamentos contribuem no combate às doenças no rebanho
25/08/2010

Ourofino
IATF: um atalho para maior produtividade
12/08/2010

Merial
Programa de Controle Parasitário Estratégico Integrado das Parasitoses
11/08/2010

Syntec
Importância da gentamicina no tratamento de mastite em búfalas
10/08/2010

Novartis
Problemas causados por roedores em áreas rurais
30/07/2010

Syntec
Importância da diarreia em bezerros
28/07/2010

Ourofino
Pneumonia Bovina
21/07/2010

Tortuga
Produção de volumoso
19/07/2010

Novartis
O teste de sensibilidade aos carrapaticidas e suas vantagens
12/07/2010

Vallée
Qualidade do Leite
08/07/2010

Novartis
Produção Animal: Bases Fisiológicas da Produtividade
16/06/2010

Merial
Controle parasitário em bovinos leiteiros - parte I
15/06/2010

Ourofino
Manejo Sanitário na seca: momento decisivo!
08/06/2010

Syntec
Considerações sobre as cirurgias abdominais com equino em posição quadrupedal
02/06/2010

Pfizer
Diarreia neonatal: inimiga do bezerro, prejuízo para o produtor
27/05/2010

Vallée
Intoxicação em animais domésticos
21/05/2010

Merial Saúde Animal
Época da desmama exige cuidados sanitários e de manejo
18/05/2010

Novartis
Resistência aos carrapaticidas: um fantasma recorrente
14/05/2010

Novartis
Problemas causados pelas moscas domésticas na produção animal
11/05/2010

Pfizer
Importância do controle estratégico e integrado de parasitas
07/05/2010

Ourofino
Qualificação no campo contribui para a prevenção da mastite
04/05/2010

Syntec
O que é Síndrome Metabólica Equina?
30/04/2010

Vallée
Uso correto de vacinas e vacinações
23/04/2010

Merial
Controle de clostridioses em confinamento
19/04/2010

Syntec
Artrite infecciosa (Artrite Séptica): Uma ameaça para equinos atletas
12/04/2010

Pfizer
Doenças infecciosas em suínos
07/04/2010

Novartis
Fundamentos da mastite bovina e seus impactos na produção
06/04/2010

Vallée
Como tratar e identificar a Tristeza Parasitária Bovina
30/03/2010

Ourofino
Mastite bovina: Higiene pode evitar a doença
12/03/2010

Pfizer
Controle da coccidiose em aves evita queda de produção
11/03/2010

Syntec
Cesárea em vacas: Sim ou Não?
10/03/2010

Vallée S.A
Manejo do Neonato
08/03/2010

Merial Saúde Animal
Casos subclínicos de mastite podem colocar em risco sanidade do rebanho
24/02/2010

Novartis
Espiroquetose Intestinal Aviária: Uma realidade brasileira
23/02/2010

Ourofino
Um problema ambiental chamado Stomoxys Calcitrans (Mosca dos Estábulos)
15/02/2010

Syntec
Treinamento sob Tranquilização. É possível?
12/02/2010

Pfizer
Selante interno: ferramenta importante no controle da mastite
08/02/2010

Merial Saúde Animal
Manejo e controle sanitário são fundamentais na criação de equinos
04/02/2010

Vallée S/A
Verminoses causam grandes prejuízos ao produtor
30/01/2010

Tortuga
A importância da utilização da oxitetraciclina na clínica veterinária
29/01/2010

Novartis
Efeitos na produção e controle das para das parasitoses bovinas
23/01/2010

Real H
Otimizando a atividade leiteira através da Homeopatia Populacional
19/01/2010

Merial
Controle da Bronquite Infecciosa nos plantéis aviários brasileiros ainda é um desafio
18/01/2010

Pfizer
Doenças reprodutivas causam perdas em gado de corte
08/01/2010

Vallée
Clostridioses em Bovinos
22/12/2009

Novartis
Moscas domésticas: um risco subestimado à produção
22/12/2009

Ourofino
A importância da estação de monta no sistema de produção de bovinos de corte
22/12/2009

Pfizer
Um bom começo
10/12/2009

Merial
Ingestão de colostro pelos leitões é o primeiro passo para uma perfeita resposta imune
09/12/2009

Ourofino
Prejuízo com mosca-dos-chifres no rebanho brasileiro pode chegar a US$ 150 milhões por ano
03/12/2009

Novartis
Medicação via água na Suinocultura
03/12/2009

Pfizer
Inseminação Artificial em Tempo Fixo aumenta produtividade em fazendas
11/11/2009

Merial
Calendário sanitário nas fazendas garante lucro, eficiência e bem-estar animal
23/10/2009

Novartis
A importância do controle das verminoses
23/10/2009

Ourofino
Clostridioses
21/10/2009

Conteúdos Relacionados à: Sanidade Animal
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada