dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     30/09/2020            
 
 
    

O controle eficaz das parasitoses exige conhecimentos e intervenções em momentos adequados que visem reduzir ao máximo o impacto das parasitoses sobre os índices produtivos dos animais.

A primeira medida é estabelecermos quais parasitos são importantes na fazenda. Posteriormente devermos buscar informações relacionadas à Biologia e as condições que favoreçam ou desfavoreçam a manifestação dos mesmos, a Epidemiologia. Epidemiologia é a parte da parasitologia que avalia a inter-relação entre os hospedeiros, os parasitos e o ambiente, para estabelecer medidas de controle dos parasitos a níveis economicamente satisfatórios. A erradicação de todos os parasitos é impossível e mesmo em casos específicos é muito onerosa.

Infelizmente, no caso das verminoses por Vermes Redondos, não temos um método simples que assegure o grau de parasitismo dos bovinos. Muitos técnicos e pecuaristas utilizam o Exame Parasitológico de fezes Contagem de OPG, utilizando a Técnica de Gordon & Withlock Modificada ou Técnica de MacMaster. Essa técnica não é adequada aos bovinos, pois foi desenvolvida para estimar a carga parasitária por vermes redondos gastrointestinais em ovinos e caprinos, utilizando de alíquotas com 2 a 5 gramas de fezes. É simples constatarmos diferenças básicas entre os pequenos ruminantes e os bovinos, como: o volume de fezes eliminado por dia pelos ovinos e caprinos é muito inferior ao volume de fezes de um bovino; as características físicas das fezes dos ovinos e caprinos, fezes concentradas e ovaladas (síbalas) são bem diferentes das fezes dos bovinos (hora pastosas, hora muito líquidas, etc).

Epidemiologia

A manifestação das parasitoses em maior ou menor intensidade durante o ano está intimamente relacionada às condições ambientais, especialmente à temperatura média e a umidade relativa do ar (UR). Também tem importância características relacionadas aos animais, como a raça e categoria, e o sistema de criação.

Estudos demonstram que durante o período menos chuvoso (época das secas nas regiões tropicais) ou frio (inverno na Região Sul) há uma menor quantidade de estágios não parasitários (larvas) dos principais parasitos no ambiente. Em contrapartida, com relação às verminoses, temos um grande número de parasitos no organismo dos animais. Nos períodos chuvosos e quentes do ano, temos um grande número de larvas dos parasitos no ambiente e relativamente um menor número de vermes parasitando os animais. Já com relação aos ectoparasitos, nos períodos chuvosos e quentes, também encontraremos número significativo de parasitos sobre os animais. 

 A raça dos animais também tem grande influência na intensidade do parasitismo. Bovinos de raças européias, em geral, são mais sensíveis que bovinos de raças zebuínas. Animais resultantes dos cruzamentos entre estas raças têm nível de susceptibilidade intermediária, sendo menos susceptíveis que animais puros de raças européias e mais susceptíveis que animais puros de raças zebuínas. Temos ainda a suscetibilidade individual, ou seja, num rebanho homogêneo, há uma parcela de animais mais sensíveis às parasitoses. Essa característica é facilmente percebida com relação às agressões pelo carrapato, por exemplo. Estudos mostram que aproximadamente 25% dos animais de um rebanho homogêneo (mesmas raça, faixa etária, manejo, sexo, etc), carrega consigo mais de 50% do número total de carrapatos desse rebanho. São os animais de “Sangue Doce”, verdadeiras “fábricas” de carrapatos para o restante do rebanho.

Normalmente os animais mais jovens tendem a sofrer mais os efeitos negativos das parasitoses, pois o sistema imunológico (de defesa) desses animais ainda não foi convenientemente estimulado para suportar os desafios. Assim a faixa etária onde os maiores prejuízos ocorrem devido às verminoses compreendida entre os 2 ou 3 meses até os 24 meses de idade. Nos animais adultos, particularmente nas fêmeas, os prejuízos costumam ser mais significativos no peri-parto.

Quanto ao sistema de criação, naqueles à pasto com maior densidade de animais por área, as agressões tendem a ser mais severas pelo fato de maior aproximação entre os animais (hospedeiros) e as larvas dos parasitos, encontradas próximo aos bolos fecais de onde se originaram ou, no caso do carrapato, próximo do local onde surgiram após a eclosão dos ovos colocados por teleóginas no solo. Já nos sistemas totalmente estabulados, a agressão por verminoses tende a ser baixa quando o sistema recebe boas práticas de higiene, com o mesmo ocorrendo em relação ao carrapato. Porém, a agressão por moscas pode ser alta. 

Traçando o Programa de Controle Parasitário

É importante, além das informações anteriores, termos conhecimento de: quais são os produtos disponíveis; o que controlam e por quanto tempo controlam; por quanto tempo deixam resíduos penalizáveis no leite e derivados após a aplicação.

➣ Grupos Químicos Disponíveis   

Os antiparasitários são divididos em grupos químicos de acordo com a finalidade e o mecanismo de ação. Assim os vermífugos atuam sobre os vermes e os ectoparasiticidas contra os parasitos externos (carrapaticidas, mosquicidas, bernicidas, mata-bicheiras, etc). Temos também os endectocidas, que controlam tanto parasitos internos quanto externos. Os principais grupos químicos são:

1) Grupo das Lactonas Macrocíclicas: são endectocidas e atuam sobre a coordenação nervosa dos vermes redondos e parasitos externos sensíveis, levando-os a paralisia, morte e eliminação do organismo dos animais tratados. Neste grupo temos as Avermectinas (Ivermectina, abamectina, doramectina e eprinomectina) e as Milbemicinas (moxidectina).

2) Grupo dos Benzimidazóis: são apenas vermífugos e atuam interferindo nos mecanismos de obtenção de energia dos vermes. Alguns atual sobre cestodas e trematodas. Os principais representantes são o albendazole, o fenbendazole e o oxifendazole.

3) Grupo dos Substitutos Fenólicos: interferem nos mecanismos de obtenção de energia dos parasitos, matando-os por inanição, mas de forma diferente dos benzimidazóis. Os principais representantes são o Nitroxinil e o Closantel. Têm atuação seletiva sobre algumas espécies de vermes redondos e podem ser empregados para controle de infecções pela Fasciola hepatica (Baratinha do fígado). 

4) Grupo dos Imidazotiaz&

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Sanidade Animal - Artigos já Publicados

Sanex
Ambiência: uma preocupação da avicultura brasileira
16/02/2012

Ourofino
A importância do consumo da carne vermelha
02/02/2012

Sanex
Criação de bezerras: Como prevenir diarreias e melhorar resultados com o uso de eletrólitos
05/01/2012

Sanex
O uso dos eletrólitos na produção de aves
01/12/2011

Ourofino
Novos desafios da produção leiteira
24/11/2011

Sanex
Ácidos orgânicos e Salmonella
06/10/2011

Ourofino Agronegócio
Doença respiratória de bovinos
20/09/2011

Sanex
Práticas de acidificação em água e ração
30/08/2011

Ourofino Agronegócio
Confinamento bovino
09/08/2011

Ourofino Agronegócio
Febre do leite
12/07/2011

Ourofino
Boas práticas de vacinação
19/04/2011

Ourofino
Berne/Dermatobiose (Dermatobia hominis)
01/03/2011

Ourofino Agronegócio
Stomoxus calcitrans: mosca dos estábulos
19/01/2011

Novartis
Efeitos das parasitoses sobre a reprodução bovina
17/01/2011

Ourofino
Boas práticas de ordenha
07/12/2010

Novartis
Mosca-do-estábulo: problema em área rural
05/11/2010

Ourofino
Um mal silencioso
25/10/2010

Novartis
Controle do carrapato: por que se deve “quebrar” as gerações?
01/10/2010

Ourofino
Controle estratégico da verminose dos bovinos
23/09/2010

Syntec
Utilização de maleato de acepromazina em laminite
08/09/2010

Novartis
O médico veterinário e a área comercial
02/09/2010

Merial Saúde Animal
Controle parasitário em bovinos leiteiros - Parte II
01/09/2010

Ourofino
Planejamento e organização de medicamentos contribuem no combate às doenças no rebanho
25/08/2010

Ourofino
IATF: um atalho para maior produtividade
12/08/2010

Merial
Programa de Controle Parasitário Estratégico Integrado das Parasitoses
11/08/2010

Syntec
Importância da gentamicina no tratamento de mastite em búfalas
10/08/2010

Novartis
Problemas causados por roedores em áreas rurais
30/07/2010

Syntec
Importância da diarreia em bezerros
28/07/2010

Ourofino
Pneumonia Bovina
21/07/2010

Tortuga
Produção de volumoso
19/07/2010

Novartis
O teste de sensibilidade aos carrapaticidas e suas vantagens
12/07/2010

Vallée
Qualidade do Leite
08/07/2010

Novartis
Produção Animal: Bases Fisiológicas da Produtividade
16/06/2010

Ourofino
Manejo Sanitário na seca: momento decisivo!
08/06/2010

Syntec
Considerações sobre as cirurgias abdominais com equino em posição quadrupedal
02/06/2010

Pfizer
Diarreia neonatal: inimiga do bezerro, prejuízo para o produtor
27/05/2010

Vallée
Intoxicação em animais domésticos
21/05/2010

Merial Saúde Animal
Época da desmama exige cuidados sanitários e de manejo
18/05/2010

Novartis
Resistência aos carrapaticidas: um fantasma recorrente
14/05/2010

Novartis
Problemas causados pelas moscas domésticas na produção animal
11/05/2010

Pfizer
Importância do controle estratégico e integrado de parasitas
07/05/2010

Ourofino
Qualificação no campo contribui para a prevenção da mastite
04/05/2010

Syntec
O que é Síndrome Metabólica Equina?
30/04/2010

Vallée
Uso correto de vacinas e vacinações
23/04/2010

Merial
Controle de clostridioses em confinamento
19/04/2010

Ourofino
A sanidade no foco das discussões
16/04/2010

Syntec
Artrite infecciosa (Artrite Séptica): Uma ameaça para equinos atletas
12/04/2010

Pfizer
Doenças infecciosas em suínos
07/04/2010

Novartis
Fundamentos da mastite bovina e seus impactos na produção
06/04/2010

Vallée
Como tratar e identificar a Tristeza Parasitária Bovina
30/03/2010

Ourofino
Mastite bovina: Higiene pode evitar a doença
12/03/2010

Pfizer
Controle da coccidiose em aves evita queda de produção
11/03/2010

Syntec
Cesárea em vacas: Sim ou Não?
10/03/2010

Vallée S.A
Manejo do Neonato
08/03/2010

Merial Saúde Animal
Casos subclínicos de mastite podem colocar em risco sanidade do rebanho
24/02/2010

Novartis
Espiroquetose Intestinal Aviária: Uma realidade brasileira
23/02/2010

Ourofino
Um problema ambiental chamado Stomoxys Calcitrans (Mosca dos Estábulos)
15/02/2010

Syntec
Treinamento sob Tranquilização. É possível?
12/02/2010

Pfizer
Selante interno: ferramenta importante no controle da mastite
08/02/2010

Merial Saúde Animal
Manejo e controle sanitário são fundamentais na criação de equinos
04/02/2010

Vallée S/A
Verminoses causam grandes prejuízos ao produtor
30/01/2010

Tortuga
A importância da utilização da oxitetraciclina na clínica veterinária
29/01/2010

Novartis
Efeitos na produção e controle das para das parasitoses bovinas
23/01/2010

Real H
Otimizando a atividade leiteira através da Homeopatia Populacional
19/01/2010

Merial
Controle da Bronquite Infecciosa nos plantéis aviários brasileiros ainda é um desafio
18/01/2010

Pfizer
Doenças reprodutivas causam perdas em gado de corte
08/01/2010

Vallée
Clostridioses em Bovinos
22/12/2009

Novartis
Moscas domésticas: um risco subestimado à produção
22/12/2009

Ourofino
A importância da estação de monta no sistema de produção de bovinos de corte
22/12/2009

Pfizer
Um bom começo
10/12/2009

Merial
Ingestão de colostro pelos leitões é o primeiro passo para uma perfeita resposta imune
09/12/2009

Ourofino
Prejuízo com mosca-dos-chifres no rebanho brasileiro pode chegar a US$ 150 milhões por ano
03/12/2009

Novartis
Medicação via água na Suinocultura
03/12/2009

Pfizer
Inseminação Artificial em Tempo Fixo aumenta produtividade em fazendas
11/11/2009

Merial
Calendário sanitário nas fazendas garante lucro, eficiência e bem-estar animal
23/10/2009

Novartis
A importância do controle das verminoses
23/10/2009

Ourofino
Clostridioses
21/10/2009

Conteúdos Relacionados à: Sanidade Animal
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada