dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     18/12/2014            
 
 
    
Milho    
Irrigação correta aumenta produtividade do milho
Cuidados com umidade do solo, uso de equipamentos específicos e verificações meteorológicas podem aumentar produtividade da milhocultura
Ouça a entrevista Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Kamila Pitombeira
04/05/2011

Um dos pontos chave, mas não muito valorizado na cultura do milho, é a irrigação correta. Esse foi um dos temas abordados no Dia de Campo sobre produção de sementes de mamona e cultura do milho, que aconteceu no dia 19 de abril, em Jaíba, norte de Minas Gerais. Segundo João Batista, pesquisador da EPAMIG - MG,  os cuidados se devem principalmente em função dos tratos culturais, da seleção do melhor método de irrigação e, consequentemente, do sistema de irrigação ideal.

— Isso para que a cultura tenha o suporte certo para o desenvolvimento da planta, ou seja, desde as questões nutricionais até o mais eficiente sistema de irrigação — afirma o pesquisador.

Para a cultura do milho, ele indica o método de irrigação utilizando pivô central, sistema já consolidado a nível nacional, que tem uma demanda de automatização muito grande. Mas, de acordo com ele, também tem sido muito usada a irrigação por gotejamento, que é um sistema oriundo da irrigação localizada.

— Esse sistema pode ser superficial ou subsuperficial, ou seja, enterrado — explica.

Em relação à produtividade, ele diz que a irrigação é um dos principais fatores. Mas deve-se ter atenção ao manejo correto. Ele conta que, ao saber o momento ideal de irrigar, o produtor terá ganho de energia e economia, além do ganho de produtividade na cultura do milho. Já o custo, para Batista, é relativo.

— Ele depende muito das condições do local, das condições climáticas, do manejo feito e da cultura em si. Mas os principais aspectos são as condições do solo, clima e cultura.  Ao fazer bem essa interconexão, o produtor terá sucesso em eficiência do sistema de produção — afirma.

Mas, segundo o pesquisador, esse manejo da irrigação não é feito de maneira correta no Brasil. Por isso, ele enfatiza que o produtor deve considerar os três fatores: solo, cultura e clima.
 
— Muitas vezes, existem diversas formas de fazer esse manejo. No caso do clima, através de verificações meteorológicas. No caso do solo, fazendo coleta de dados de umidade. E no caso de cultura, pode-se usar equipamentos que medem transpiração de plantas — orienta.

Para mais informações, basta entrar em contato com a EPAMIG através do número (31) 3489-5000.

Clique aqui, ouça a íntegra da entrevista concedida com exclusividade ao Portal Dia de Campo e saiba mais detalhes da tecnologia.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Portal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Julio Cesar Romeiro
04/05/2011 - 12:56
Meus Deus, irrigaþÒo por gotejamento na cultura do milho vocÛ estß de brincadeira comigo, vai levar uns 10000 anos para recuperar o investimento feito. Concordo com o pivo central ou aspersÒo, mas nÒo com gotejamento, mesmo que manejando a irrigaþÒo e a abubaþÒo (fertirrigaþÒo) corretamente.

João Batista Ribeiro da Silva Reis
04/05/2011 - 16:37
Justificando o comentßrio acima, apesar do sistema de irrigaþÒo por gotejamento ser o mais oneroso, tÛm-se trabalhos em pesquisa, principalmente em gotejamento enterrado em culturas como cana e milho, onde o investimento Ú pago em no mßximo trÛs anos de cultivo e colheita, considerando que o sistema por gotejamento Ú o mais eficiente de todos tomando como principais parÔmetros a uniformidade de distribuiþÒo de ßgua, uniformidade de vazÒo dos emissores e vida ·til do sistema.

JOSE AUGUSTO OPPELT
26/10/2014 - 22:10
QUANDO DEVO COMEÇAR A IRRIGAÇAO DE MILHO HIBRIDO? LOGO APOS O PLANTIO OU MAIS TARDE?
joseaugustooppelt@gmail.com

Para comentar
esta matéria
clique aqui
3 comentários

Conteúdos Relacionados à: Irrigação
Palavras-chave

 
02/02/2015
Show Rural Coopavel
Cascavel - PR
09/03/2015
Expodireto Cotrijal 2015
Não-Me-Toque - RS
27/04/2015
AGRISHOW 2015
Ribeirão Preto - SP
05/05/2015
IV SIGERA - Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais
Rio de Janeiro - RJ
19/05/2015
FBS 2015 - Simpósio Internacional sobre Biotecnologia Florestal para Agricultura Familiar
Foz do Iguaçu - PR
12/07/2015
I Congresso Mundial de Sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta - WCCLF2015
Brasília - DF
23/11/2015
6º Simpósio de Restauração Ecológica
São Paulo - SP

04/05/2015
63º Curso DIACOM: Tetrazólio e Patologia de Sementes
Londrina - PR

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada