dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     25/05/2022            
 
 
    
Sanidade animal  
Esalq analisa 25% do leite nacional
Laboratório que analisa leite de cerca de 35 mil fazendas é credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
USP ESALQ
22/11/2011

Desenvolver e disponibilizar ferramentas para o gerenciamento da pecuária de leite visando ao aumento da eficiência financeira da atividade e melhoria da qualidade do leite é a missão da Clínica do Leite, laboratório do Departamento de Zootecnia, da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ). Os indícios de sua criação datam de 1980, quando houve a contratação do docente responsável por ele, Paulo Fernando Machado, pois desde aquela década, o professor vem se dedicando à pecuária de leite, inicialmente, na área de nutrição de bovinos de leite e, posteriormente, às análises da qualidade do produto, no então Laboratório de Análises Bromatológicas. Atualmente, a Clínica do Leite, laboratório inaugurado em 1996, vem atendendo cerca de 35 mil produtores.

Criada a partir do projeto “Programa Integrado de Melhoramento da Produção e da Qualidade do Leite”, com recursos provenientes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), ESALQ, Instituto de Zootecnia da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Estado de São Paulo, Associação Brasileira de Criadores, empresas processadoras e produtores, a Clínica do Leite, em função de suas atividades, tornou-se credenciada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento como um dos laboratórios integrantes da Rede Brasileira de Laboratórios de Análise da Qualidade do Leite - RBQL.
 
Machado relata que os trabalhos desenvolvidos na clínica tem como objetivo aumentar a eficiência econômica da cadeia do leite por meio da identificação de áreas de ineficiência zootécnica, avaliação da qualidade do leite e da sanidade da glândula mamária. Isto é possível a partir do uso das informações contidas no banco de dados gerado e do laboratório de análise do leite. 
 
“A Clínica do Leite tem trabalhos ou serviços relacionados às análises do leite, de dados zootécnicos e financeiros das fazendas, que enviam essas informações e nós processamos os relatórios. Acompanhamos cerca de 35 mil delas quanto à eficiência de produção e qualidade, pois as indústrias são obrigadas, por lei, a terem o leite de seus fornecedores analisados. Assim, fazemos essas análises, devolvemos o resultado para a indústria, para o produtor/fornecedor e para o Ministério. Os três setores são clientes da ESALQ nesse serviço. Dessa forma, eles ficam sabendo como anda a qualidade do seu leite, se estão atendendo ou não às exigências legais”.
 
Cerca de 25% do leite nacional, proveniente da região de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso, é analisado na ESALQ.  “A maior parte do leite consumido aqui em São Paulo, é analisado na Clínica do Leite, porque a produção desses estados é processada e transportada para São Paulo, onde é consumido”, afirma o professor.
 
De acordo com Machado, três pontos são fundamentais para promover o produto. “Em primeiro lugar, o produtor de leite precisa perceber que a melhoria é importante para toda a cadeia, para todos os interessados. O segundo passo, ele tem que perceber que é capaz de melhorar a qualidade do leite, e para isso é necessário ter informações, profissionais que mostrem a ele que ele tem condições e o que ele tem que fazer para melhorar. O terceiro ponto, é que ele tem que sentir que vai valer a pena investir na qualidade do leite. Se não houver um pagamento por um leite de melhor qualidade, ele não vai investir”.
 
Para estabelecer um paralelo em relação à importância desse tipo de serviço, Machado comenta que quando formou-se, em 1974, comentava-se que uma vaca produzindo 20 litros de leite seria uma vaca de alta produção. “Hoje temos rebanhos comerciais onde se encontram vacas produzindo de 70 a 80 litros, e toda essa produção precisa ser analisada. Nós caminhamos para o aumento de produção por cabeças para um aumento de concentração de vacas por fazenda. Esse é um caminho já percorrido por outros países, e aqui não vai ser muito diferente”, afirma o docente. 
 
Além das análises, a clínica oferece treinamentos, pois os produtores sentem a necessidade em saber como é que se faz para melhorar a produtividade e a qualidade do leite. “Nessa linha, temos uma série de cursos que oferecemos a produtores e técnicos das indústrias. Somando essas ações de análises e cursos, acabamos tendo acesso a dados da qualidade do leite, dos produtores, das indústrias e de suas dificuldades. A partir desses dados, desenvolvemos novas análises, novas metodologias e novos procedimentos para a melhoria do setor. Estudamos desde o comportamento do produtor, do ordenhador, como também desenvolvemos softwares de diagnóstico para qualidade e produtividade. Todas essas informações acabam gerando pesquisas importantes para a ESALQ”, finaliza Machado. (Alicia Nascimento Aguiar)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Pecuária Leiteira
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada