dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     22/10/2020            
 
 
    
Sustentabilidade    
Projeto avalia sustentabilidade da eucaliptocultura
Nos grandes empreendimentos agrícolas e agroflorestais, o cuidado com a conservação ambiental, sobretudo dos parâmetros ou indicadores de qualidade, torna-se imperativo
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Cristina Tordin, Embrapa Meio Ambiente
08/12/2015
 
O Projeto GeoVale, liderado pela Embrapa Monitoramento por Satélite (Campinas, SP), com um plano de ação da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP), em parceria com a Fíbria – Papel e Celulose (Jacareí/Igaratá,SP), propõe a análise da distribuição geoespacial e avaliação de aspectos ambientais da eucaliptocultura na Bacia do Rio Paraíba do Sul, cuja área total é de 57.000 km2, abrangendo os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.
 
O Plano de Ação, coordenado por Marco Gomes, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, analisa procedimentos metodológicos adotados para avaliação da sustentabilidade do sistema de cultivo de eucalipto, tendo por base a caracterização e avaliação do desempenho de indicadores de serviços ecossistêmicos, em uma área de estudo no município de Igaratá, SP.
 
A sustentabilidade dos sistemas de produção é uma exigência cada vez maior em todo o mundo, face às evidências da degradação crescente de diversos parâmetros ambientais nos agroecossistemas, entre eles o solo. No caso dos grandes empreendimentos agrícolas e agroflorestais, o cuidado com a conservação ambiental, sobretudo dos parâmetros ou indicadores de qualidade, torna-se imperativo dadas às necessidades e a importância de que a sustentabilidade seja parte fundamental do sistema.
 
A equipe do projeto organizou um encontro, em 19 de novembro, na área experimental da Fíbria, em Igaratá/SP, para discutir e analisar os experimentos implantados, tais como calhas coletoras de sedimento e de água proveniente das chuvas, sob as coberturas de eucalipto, mata nativa e pastagem, como também trincheiras abertas para avaliação de parâmetros de qualidade dos solos. Além dos procedimentos citados, serão implantados também a partir de 2016, extratores de solução de solo para a avaliar a qualidade da água do lenço freático.
 
Como o trabalho está em fase de implantação dos experimentos, os primeiros resultados parciais do sistema de cultivo de eucalipto, também chamado de eucaliptocultura, serão obtidos a partir de março de 2016.
 
A equipe da Embrapa Meio Ambiente é composta pelos pesquisadores Lauro Charlet, Marco Gomes e Manoel Dornelas.
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Floresta
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada