dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     21/11/2017            
 
 
    
Sanidade Vegetal      
De olho no causador da HLB
Fundecitrus passa a monitorar presença do psilídeo transmissor da pior doença da citricultura em 60% do parque citrícola
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Fundecitrus
29/03/2017

O sistema de Alerta Fitossanitário do Fundecitrus - Fundo de Defesa da Citricultura, que monitora a presença de psilídeo Diaphorina citri, inseto transmissor de HLB (huanglongbing/greening), a pior doença que afeta os pomares de laranja, passou a cobrir 61,9% do parque citrícola que engloba municípios de São Paulo e Minas Gerais, principal área produtora de citros do país, após a inclusão de mais duas regiões: Franca e Novo Horizonte, no início deste ano.

De acordo com o levantamento do Fundecitrus de 2016, o HLB está presente em 16,92% das laranjeiras do parque citrícola e o manejo regional, incentivado pelo Alerta Fitossanitário, é uma das principais medidas de controle da doença.

O sistema monitora ao todo 249 mil hectares de citros por meio de 27.433 armadilhas amarelas georreferenciadas, em nove regionais: Araraquara, Avaré, Bebedouro, Casa Branca, Frutal, Lins, Santa Cruz do Rio Pardo e as novatas Novo Horizonte e Franca.

As novas regiões somam 15.727 hectares, distribuídos em 23 municípios, monitorados com 1.913 armadilhas. A regional de Franca é composta por 11 municípios, sendo oito do estado de São Paulo: Altinópolis, Brodowski, Cristais Paulista, Franca, Igarapava, Jeriquara, Patrocínio Paulista e Pedregulho. E três de Minas Gerais: Claraval, Ibiraci e Jacuí. A cobertura do sistema abrange 100% do total de plantas da região, monitorando 9.869 hectares de citros por meio de 775 armadilhas.

A regional de Novo Horizonte é composta por 12 municípios: Adolfo, Borborema, Irapuã, Itajobi, Itápolis, Mendonça, Novo Horizonte, Pindorama, Sales, Santa Adélia, Taquaritinga e Ubarana. A ferramenta cobre 20% da área com a presença de 1.158 armadilhas instaladas em 5.858 hectares.

Manejo mais eficiente
O sistema online do Alerta Fitossanitário é abastecido quinzenalmente com informações dos citricultores sobre a população de psilídeos encontrados nas armadilhas de suas propriedades e de dados gerados por armadilhas do próprio Fundecitrus. A partir dessas informações são gerados relatórios que mostram a situação de cada propriedade e das regiões participantes, indicando quais os locais críticos de presença do inseto e onde é necessário fazer o controle.

O Fundecitrus também envia alertas para os cadastrados no sistema informando quando há picos da população de psilídeo e a necessidade de pulverização conjunta em toda a região. “O sistema facilita o manejo regional de HLB que consiste no combate em larga escala feito por vários citricultores ao mesmo tempo, por meio da eliminação de plantas com sintomas da doença, monitoramento e controle de psilídeo”, diz o engenheiro agrônomo do Fundecitrus Ivaldo Sala.
 
Produtores participantes do monitoramento destacam um melhor controle do inseto após a adesão ao Alerta Fitossanitário. “Não adianta atuar isolado em minha propriedade sem olhar para o entorno e isso se tornou mais fácil e prático com o uso do sistema”, diz Humberto Francisco Nucci, da região de Lins. De acordo com o citricultor Sebastião Zeulli, da regional de Frutal, o recebimento dos alertas tornou o manejo de HLB mais econômico. “Sei qual é o momento certo de realizar as aplicações e o efeito delas dura mais tempo quando todo mundo da região também faz”, afirma.

A participação na ferramenta é gratuita e conta com o apoio das empresas Bayer CropScience, FMC, Koppert e Syngenta.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Citricultura
Palavras-chave

 
22/11/2017
Curso de Metodologias para Determinação da atividade microbiana do Solo
Londrina - PR
14/03/2018
V Simpósio de Produção Animal e Recursos Hídricos - V SPARH
São Carlos - SP

21/11/2017
Curso de processamento de mandioca
Cruz das Almas - BA

 
 
Palavra-chave
Busca Avançada