dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     09/08/2022            
 
 
    
Sanidade Animal  
Programa de Controle Parasitário Estratégico Integrado das Parasitoses
Pesquisadores afirmam que entre 90% e 95% da população de parasitos esteja no ambiente e apenas 10% a 5% nos animais.
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Merial
11/08/2010

O Programa de Controle Parasitário Estratégico Integrado das Parasitoses é a forma mais eficaz e inteligente para controle de parasitos nos bovinos e visa principalmente diminuir, na maior escala possível, a população de parasitos no ambiente e, em consequência, reduzir as agressões nos animais. Pesquisadores afirmam que entre 90% e 95% da população de parasitos esteja no ambiente e apenas 10% a 5% nos animais. No controle dos parasitos, além da aplicação dos antiparasitários em épocas pré-determinadas (estratégicas), também deveremos empregar práticas auxiliares (integradas). Isso poupará as drogas, evitando o excesso de exposição das mesmas aos parasitos; reduzirá a necessidade de tratamentos e, consequentemente, evitará manejos excessivos. O resultado final é a maior “sobrevivência” dos grupos químicos antiparasitários, diminuição do risco da contaminação do leite e derivados por resíduos penalizáveis de antiparasitários, diminuição dos riscos de intoxicação dos animais e pessoal envolvido nos tratamentos, maior produtividade e redução de custos. 

Antes de iniciarmos o programa, deveremos ter informações quanto às épocas de maiores desafios parasitários, das categorias de animais existentes e dos produtos disponíveis. Quanto aos produtos carrapaticidas é importantíssimo termos o resultado de Biocarrapaticidogramas, um exame laboratorial de baixo custo e que mostra os níveis de sensibilidade da população de carrapatos existente na fazenda às diversas drogas carrapaticidas disponíveis. Aliás, os biocarrapaticidogramas deveriam ser rotineiros nas fazendas, com exames realizados a intervalos de 4/4 meses, por exemplo.

Na figura abaixo temos esquematicamente a situação normalmente encontrada em termos de agressões por vermes redondos e o carrapato no Brasil Tropical e na Região Sul Brasileira:

Podemos perceber que ao final do período chuvoso ou início do período seco (Brasil Tropical) ou frio (Região Sul brasileira) do ano, temos uma interseção nas curvas referentes à presença de cargas de vermes nos pastos (linha cheia amarela) e nos animais (linha pontilhada azul), mostrando que no período seco ou frio as condições tornam-se desfavoráveis aos parasitos nas pastagens. Nesse período também podemos perceber que nos animais encontraremos quantidade significativa de vermes. Já ao término do período seco ou frio, temos outra situação importante: as populações de vermes nas pastagens começam a aumentar. Com relação ao carrapato, também podemos perceber um comportamento semelhante, quando temos aumento da carga nos animais e no ambiente ao final do período mais seco ou frio (1ª Geração do parasito), um outro aumento no verão (mais ou menos em fevereiro, 2ª Geração) e um grande pico ao final do período chuvoso e mais quente do ano (3ª Geração). Ainda dependendo das condições de umidade (ocorrência de chuvas) e de temperatura média na época mais seca ou fria do ano, poderemos ter uma 4ª Geração.

Controle Parasitário nas Novilhas

Com base no exposto, é imprescindível aplicarmos um tratamento vermífugo nos animais mantidos a pasto e em recria (categoria mais sensível às parasitoses internas), no início e outro tratamento no final do período mais seco ou frio do ano. Também poderá ser necessário um terceiro tratamento vermífugo na metade deste período, dependendo da formulação empregada. No caso do emprego de uma formulação de longa ação comprovada a campo como Ivomec® Gold, serão necessários apenas os tratamentos no início e no final do período mais seco ou frio do ano para controle dos principais vermes, poupando um manejo. Estes tratamentos com Ivomec® Gold nas épocas mencionadas, coincidirão com a época das 1ª e 3ª gerações do carrapato. Como o produto controla os carrapatos por até 75 dias, tais tratamentos serão de grande valia nos animais que possam receber o produto (novilhas até 4 meses antes do parto), possibilitando menor carga de parasitos nas pastagens. Em situações onde a agressões pelo carrapato sejam intensas poderemos optar também por um terceiro tratamento com Ivomec® Gold, coincidindo com a época de surgimento da 2ª Geração do parasito.

Num estudo (Costa, M.S.V.L.F., 2003) realizado com 84 novilhas F1 Girolandas, com 6 meses de idade no início e mantidas numa área de piquetes rotacionados, metade dos animais receberam Ivomec® Gold estrategicamente (início e final dos períodos secos) para amplo controle parasitário (verminoses e carrapato). A outra metade recebeu o esquema de controle parasitário tradicional da fazenda, que priorizava tratamentos vermífugos estratégicos (início, metade e final dos períodos secos), além de um tratamento no verão, sendo empregados principalmente produtos endectocidas de baixo custo, além de tratamentos específicos contra ectoparasitos quando houvesse necessidade. A duração do estudo foi de 18 meses. Nesse período, as novilhas tratadas com Ivomec® Gold receberam apenas 04 tratamentos, contra 13 tratamentos realizados nos animais do outro grupo. Ao término as novilhas tratadas estrategicamente com Ivomec® Gold mostraram em média +16,65 kg de peso vivo quando comparadas aos animais do outro grupo. 

Controle Parasitário nas Bezerras

A primeira preocupação é evitar as miíases (bicheiras) que possam ocorrer no coto umbilical logo após o nascimento. O emprego de um produto endectocida consagrado em todo o mundo, como Ivomec® Injetável no dia do nascimento dos animais, é uma importante ferramenta auxiliar.
No desmame, em torno dos 3 meses de idade, as bezerras deverão receber um outro tratamento antiparasitário visando às verminoses e outros parasitos. Ivomec® Gold é uma excelente opção. Posteriormente, a intervalos de 3 a 4 meses os animais deverão ser desparasitados com Ivomec® Gold até atingirem os 12 meses de idade. Tais tratamentos auxiliarão para o surgimento da puberdade precocemente e ainda para que os animais atinjam o peso mínimo para entrada em reprodução mais cedo.

Controle Parasitário nas Vacas

As vacas em condições normais, apresentam cargas entre baixas e médias de vermes redondos gastrointestinais (Manifestação Subclínica). Porém, existe um momento em que a defesa natural do organismo contra as verminoses e mesmo contra outras doenças como as mastites, ficam debili

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
joão
07/02/2011 09:59:49
D.O.U. SeþÒo I û N¦ 20, sexta-feira, 28 de3 janeiro de 2011. Pßg. 2
Ato n¦ 01 de 24 de janeiro de 2011.
COORDENAÃ+O DE FISCALIZAÃ+O DE PRODUTOS VETERIN-RIOS

Em cumprimento ao disposto no Decreto n¦ 5.053, de 22 de abril de 2004, que aprovou o Regulamento de FiscalizaþÒo de Produtos de uso Veterinßrios e dos Estabelecimentos que os fabriquem e/ou comerciem, a CoordenaþÒo de FiscalizaþÒo de Produtos Veterinßrios do Departamento de FiscalizaþÒo de Insumos Pecußrios, torna p·blico as decis§es dos processos a seguir relacionados, referente ao mÛs de dezembro de 2010:
5. RECURSO ADMINISTRATIVO CONTRA CANCELAMENTO DE LICENÃA DE PRODUTO VETERIN-RIO
PROCESSO EMPRESA PRODUTO LICENÃA DECIS+O
21052.001335/2009-56 Merial Sa·de Animal Ltda. Eprinex Pour On 6.008/1997 Provimento Negado

André Fernandes Peres
12/02/2012 11:30:55
NÒo seria importante a variaþÒo de princÝpios ativos para a abrangÛncia de diferentes categorias e espÚcies de parasitos, alÚm de reduþÒo da formaþÒo de resistÛncia?
Agradeþo se me responder.
andfperes@yahoo.com.br

A Uye
13/03/2019 11:17:36
Gostei bastante do texto, uma matéria realmente interessante e informativa sobre o assunto dos parasitas. Gostaria de deixar uma leitura complementar sobre um medicamento ótimo para tratar esses incômodos, caso tenha interesse em dar uma olhadinha e aproveitar e conhecer nosso site: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/mebendazol-conheca-seu-poder-contra-parasitas-e-vermes

Para comentar
esta matéria
clique aqui
3 comentários

Conteúdos Relacionados à: Sanidade Animal
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada