dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     24/09/2021            
 
 
    
Solo e Clima  
Fosfatos naturais são econômicos
Utilização de sais brasileiros promove economia do fertilizante solúvel através de maior eficiência agronômica
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
Kamila Pitombeira
21/10/2013

Além do custo baixo, entre R$ 250,00 e R$ 500,00 por hectare, a utilização de fosfatos naturais reativos no momento inicial do uso da terra para produção agrícola pode promover uma economia do fertilizante fosfatado solúvel de até R$ 300,00/ano, através da promoção da sua maior eficiência agronômica. Isso porque o fosfato natural tem baixa solubilidade em água e efeito residual, ou seja, continua promovendo benefícios ao longo dos anos.

Segundo José Carlos Polidoro, pesquisador da Embrapa Solos, a grande vantagem dessa técnica é a utilização de um recurso natural, que ocorre também no Brasil. Para ele, isso é importante porque, no passado, a maior parte dos fosfatos naturais, denominados reativos, era importada principalmente de países da África com custo elevado.

— Hoje em dia, os estudos geológicos no Brasil estão muito avançados. Então, estamos descobrindo que existem várias ocorrências de fosfatos que podem ser reativos e não despertam interesse da indústria de fertilizantes. No entanto, são muito interessantes para serem utilizados como fonte de fósforo no processo de correção da fertilidade — afirma o pesquisador.

Em geral, o solo brasileiro tem baixa fertilidade natural. Por isso, de acordo com Polidoro, é preciso fazer um grande investimento de correção do solo em áreas que começam a ser produzidas. No entanto, mesmo com esse procedimento, as reações que ocorrem com fosfatos nos solos brasileiros fazem com que a eficiência agronômica de uma fonte muito solúvel sempre seja baixa.

Portanto, com um custo médio por hectare entre R$ 250,00 e R$ 500,00, a fosfatagem com fosfatos naturais pode aumentar a economia do fertilizante solúvel ano a ano em até R$ 300,0. através da sua maior eficiência agronômica, como completa o pesquisador. Ele acrescenta ainda que a aplicação dos fosfatos naturais no solo é bastante semelhante à do calcário.

— É um produto em pó, aplicado na superfície do solo com mais uma incorporação com aração e gradagem. Já no plantio direto, ele é aplicado a lanço — conta.

Polidoro fala sobre uma pesquisa de aproximadamente 15 anos, realizada pela Embrapa Cerrados. Através dela, ficou constatada uma economia em termos de custo de fertilizantes, além da máxima recuperação do fósforo aplicado no solo pela planta.

Para mais informações, basta entrar em contato com a Embrapa Solos através do número (21) 2179-4500.

Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Marcelo Araujo
21/10/2013 - 14:09
Uma dúvida, na matéria fala-se em fosfato natural reativo com fontes (jazidas) no Brasil. Essas fontes realmente existem no nosso país? Onde?
Acho importante a matéria deixar mais claro se está falando de "fosfato natura reativo" (FNR = 27% P2O5 total e 1/3 disso solúvel em Ác. Citrico) ou "fosfato natural" (solubilidade bem menor). O uso dessa fonte (FNR) é muito interessante, porém deve-se ter bem claro como funciona o produto e estar preparado para aplicar produto em pó/farelado, ou seja, foge um pouco da rotina de fertilizantes utilizados pela maioria dos agricultores no Brasil (granulado de alta solubilidade). Em síntese, produto extremamente interessante, mas seu uso é bem mais técnico do que os produtos convencionais.

WALDEMAR FILMIANO NETO
21/10/2013 - 16:08
O FNR já está no mercado? Onde encontro?

Marcelo Araujo
21/10/2013 - 16:27
Olá Waldemar!
O FNR já existe no mercado há algum tempo. Empresas como Heringer (FNR de Bayóvar), Yara (FNR DAOUI), dentre outras, já os comercializam a tempos. O único problema é que esse tipo de produto não é tão divulgado quanto os fosfatos de alta solubilidade (super simples, triplo, etc.). Além disso, seu uso deve ser realizado, digamos "de maneira mais técnica" do que as fontes de alta solubilidade. Mas, como disse, são fontes extremamente interessantes e que quando bem utilizadas apresentam ótimos resultados.

Fernando P.Cardoso-USP ESALQ 1036
27/10/2013 - 22:56
Em 1948 iniciei pela Manah a importação de fosfato finamente moído da Florida. Durante anos acompanhei a pesquisa sobre o produto com resultados sempre favoráveis aos fosfatados solubilizados por ~
ácido sulfúrico como super simples, triplo, DAP e MAP. Os fosfatos apenas moídos simplesmente "não pegaram", não sendo lícito julgar os produtores, os técnicos e os fabricantes como fora da realidade. Passaram-se 65 anos e o mercado continua pró solúveis. Não há como negar. Pode-se sempre repetir os inúmeros experimentos publicados, mas dificilmente os resultados seriam diferentes. Até prova em contrário os adubos fosfatados solubilizados pelo ácido sulfúrico continuarão preferido pelos que investem em adubos e precisam de resultados para pagar as contas.

Marcos Lages
28/10/2013 - 16:26
Caros amigos, no Rio Grande do Sul vocês encontram o FNR Bayóvar pelo telefone (053)2126-2200 ou pelo site www.heringer.com.br

O que é o Fosfato Natural Reativo Bayóvar (Sechura) - Peru?

É um fosfato de origem sedimentar e orgânico, formado pela deposição e posterior decomposição de restos de animais marinhos, sendo proveniente da região de Bayóvar (Sechura)-Peru.

Vantagens:

Possui elevada superfície específica, macio e poroso, conferindo maior contato com a solução do solo e permitindo a liberação do fósforo às plantas com maior intensidade. Esse efeito caracteriza a alta reatividade do produto;
Fornece fósforo e cálcio em grandes quantidades às culturas;
Liberação gradual e progressiva do fósforo - efeito residual;
Proporciona menor fixação do fósforo pelo solo;
Não empedra;
Produto farelado, fácil manuseio e uniformidade na aplicação;
Alta densidade diminui a perda por deriva;
Não há incompatibilidade com outros produtos;
Pode ser utilizado em diversas formulações;
Alto teor de fósforo;
Contribui para a correção da acidez do solo.

Ulisses Maestri - FERTILIZANTES HERINGER S/A
28/10/2013 - 17:02
Acredito que não devemos "encarar" o Fosfato Natural Reativo, como substituto dos solúveis ou vice-versa, mas sim como complementares, que quando aplicados adequadamente, trazem excelentes resultados. Estudos (UFRGS 1980; Novaes e Smyth 1999 entre muitos outros) tem mostrado que a partir da segunda safra, em muitos casos, os FNR tem resposta superiores aos solúveis. Nos solos tropicais Brasileiros, os fertilizantes fosfatados solúveis, logo que entram na solução do solo boa parte é adsorvida pelos hidróxidos de ferro, alumínio e argilas então porque não associar fontes solúveis e não solúveis?

Assis Marques
20/06/2014 - 19:22
- Os fosfatos solúveis quando nos solos entram logo em início de insolubilidade embora a parte solúvel segue atendendo as plantas igualmente como nos Fosfatos Naturais Reativos (27% total; 9% solúvel em H2O e 18% solúvel em Ácido Cítrico). Apenas diferem nos teores. A meu ver todos servem, entretanto, enquanto no primeiro caso vai havendo fixação mais rápida, no segundo caso vai havendo liberação controlada e fixação mais lenta (por conta dos teores). De todo jeito há fixação. Esse é o problema do fósforo embora o solo libere parte do P fixado através da correção do solo com calcário. Dependendo da cultura pode-se até recomendar os dois. Em culturas de ciclo longo os fosfatos naturais levam vantagem Os fosfatos solúveis quando nos solos entram logo em início de insolubilidade embora a parte solúvel segue atendendo as plantas igualmente como nos Fosfatos Naturais Reativos (27% total; 9% solúvel em H2O e 18% solúvel em Ácido Cítrico). Apenas diferem nos teores. A meu ver todos servem, entretanto, enquanto no primeiro caso vai havendo fixação mais rápida, no segundo caso vai havendo liberação controlada e fixação mais lenta (por conta dos teores). De todo jeito há fixação. Esse é o problema do fósforo embora o solo libere parte do P fixado através da correção do solo com calcário. Dependendo da cultura pode-se até recomendar os dois. Em culturas de ciclo longo os FNR levam vantagem

Silvio Enmerson
29/10/2014 - 13:44
Somos de uma empresa canadense a DuSolo Fertilizers, estamos este ano iniciando há comercialização  Fosfato Natural Reativo
Fosfato Natural DuSolo Fertilizers
Nosso Fertilizantes é  altamente e eficiente agronomicamente de custo muito baixo, quando comparado a fontes aciduladas, que ainda apresenta o benefício de um maior efeito residual no solo.
Somos de indústria de fertilizantes de  origem sedimentar orgânica com altos teores de P2O5.

Nossa jazida situa-se em Arraias-TO. E nossa indústria em Campos belos-GO.


Sua característica:
*Alta Porosidade: o Fosfato Natural da DuSolo em um contato mais íntimo com o solo ,resultando em uma maior e mais eficiente velocidade de dissolução.
*Alta Reatividade: o Fosfato Natural da DuSolo pode ser utilizado em todos os tipos de solo, graças às suas características que são facilmente solubilizadas pelos diferentes ácidos existentes. 
*Efeito Residual: o fósforo e os demais nutrientes são totalmente liberados de maneira gradual, contínua e progressiva durante todo o ciclo da cultura. Podem ser aproveitado pelas culturas posteriores graças ao seu efeito residual.
*Indicado para Adubação Corretivo e de Manutenção: Pode ser aplicado a lanço em área total ou a linha de plantio.
*Natural: Não sofre qualquer tipo de tratamento químico ou térmico e pode ser utilizado em sistemas de plantio orgânicos.
*Nosso Fosfato Natural pode ser aplicado juntamente com o Calcário em uma unica operação

Indicação de Utilização do Fosfato Natural DuSolo: 
a utilização do Fosfato Natural Reativo é indicada a todas as culturas exploradas no Brasil.
*Pastagens
*Reflorestamento
*Canavicultura
*Culturas Anuais( Soja,Milho,Algodão etc )
*Agricultura Orgânica
*Mistura de Adubo Organomineral
Importante: 
a quantidade de fósforo recomendada depende da cultura e do resultado da análise de solo, feita sempre com recomendação de uma engenheiro agrônomo. Consulte - nossos agrônomos.
Silvio Enmerson
89 9998 2626-Tim
62 96036228-Vivo
Skype:Silvio.itafos1
Visite nosso site: www.dusolo.com

HEIDER T. SALAZAR
05/04/2019 - 15:13
EM BONITO-MS CONTEM UMA FONTE DE FOSFATO REATIVO NATURAL E SOU REPRESENTANTE DE VENDAS DO PRODUTO ... MAIORES INFORMAÇÕES 67-999117943.

Para comentar
esta matéria
clique aqui
9 comentários

Conteúdos Relacionados à: Fertilidade
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada