dia de campo

a
Esqueceu a senha?
Quero me cadastrar
     05/08/2020            
 
 
    
Leis e Regulamentações  
Farinha de mandioca terá novos padrões de qualidade
Classificação oficial do tradicional produto consumido no Brasil foi atualizada pelo Ministério da Agricultura
Comente esta notícia Envie a um amigo Aponte Erros Imprimir  
MAPA
09/11/2011
A farinha de mandioca terá novos padrões de classificação em 120 dias. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou, no Diário Oficial da União desta terça-feira, 8 de novembro, a Instrução Normativa nº 52 atualizando os critérios utilizados para identificar os tipos do produto que são comercializados no Brasil. As novas recomendações para determinar a qualidade da farinha são bem mais rígidas e completas que as normas atuais, elaboradas em 1995. 
  
De acordo com a coordenação de Qualidade Vegetal do Ministério da Agricultura, o texto inclui todas as farinhas de mandioca produzidas no Brasil. O padrão antigo não contemplava, por exemplo, farinhas de ótima qualidade que já estavam no mercado e não se enquadravam nas classificações existentes. Além disso, o novo Regulamento Técnico simplifica o padrão atual, reduzindo o tempo e o número de análises exigidas para a classificação.
 
O texto inicial com a proposta de mudança na legislação para a farinha foi colocado em consulta pública em outubro de 2009. Desde então recebeu sugestões de especialistas e técnicos envolvidos na produção da fécula.
 
O último levantamento do IBGE mostra que até setembro de 2011 foram produzidas 26,1 milhões de toneladas da mandioca no Brasil. O país é o segundo maior produtor mundial, ficando atrás apenas da Nigéria. Em 2010, o Brasil produziu aproximadamente 24,3 milhões de toneladas. A extração da fécula de mandioca, principal subproduto da raiz, atingiu 583,8 mil toneladas em 2009. O Paraná respondeu por mais de 70% desse total. (Leilane Alves)
 
 
Aviso Legal
Para fins comerciais e/ou profissionais, em sendo citados os devidos créditos de autoria do material e do Jornal Dia de Campo como fonte original, com remissão para o site do veículo: www.diadecampo.com.br, não há objeção à reprodução total ou parcial de nossos conteúdos em qualquer tipo de mídia. A não observância integral desses critérios, todavia, implica na violação de direitos autorais, conforme Lei Nº 9610, de 19 de fevereiro de 1998, incorrendo em danos morais aos autores.
Ainda não existem comentários para esta matéria.
Para comentar
esta matéria
clique aqui
sem comentários

Conteúdos Relacionados à: Certificação
Palavras-chave

 
11/03/2019
Expodireto Cotrijal 2019
Não-Me-Toque - RS
08/04/2019
Tecnoshow Comigo 2019
Rio Verde - GO
09/04/2019
Simpósio Nacional da Agricultura Digital
Piracicaba - SP
29/04/2019
Agrishow 2019
Ribeirão Preto - SP
14/05/2019
AgroBrasília - Feira Internacional dos Cerrados
Brasília - DF
15/05/2019
Expocafé 2019
Três Pontas - MG
16/07/2019
Minas Láctea 2019
Juiz de Fora


 
 
Palavra-chave
Busca Avançada